Poupar

Ginásios Low cost

2 min

São mais baratos e incluem os serviços básicos em horários restritivos. Quer fazer desporto sem mordomias?

Há muito que os ginásios perceberam que o lucro não vêm de mensalidades exorbitantes mas da quantidade de clientes que conseguem angariar e manter.

Com o tempo - e, muitas vezes motivados pela concorrência e pela situação económica do país -, os ginásios mais caros foram baixando os preços e surgiram em Portugal ginásios mais baratos, também conhecidos como ginásios “low-cost”.

Os baixos preços têm obviamente menos regalias: horários mais reduzidos e menos comodidades. Esqueça as saunas, os jacuzzis e as toalhas incluídas. Em parte deles tem direito a usar apenas as máquinas, ficando as aulas de grupo e os horários alargados reservados aos clientes que paguem mensalidades mais altas.

Uma das maiores redes de ginásios de baixo custo é o Fitness Hut, autodefinido como “low-cost premium”. A marca foi a primeira do género a chegar a Portugal e é uma das que apresenta preços mais competitivos. Com preços semanais a partir de 4,40 euros, o Fitness Hut não tem mensalidades nem contratos associados e tem ginásios em Lisboa, Oeiras, Cascais, Porto e Braga.

Na Grande Lisboa:

  • No ginásio Pump Fitness Spirit, os preços começam nos 15 euros mensais. Nesta mensalidade tem horários muito restritivos (pode usar o ginásio apenas às 6ª, sábados e domingos) e não tem acesso a aulas de grupo.  
  • ​No Bairro de Campo de Ourique, o LX Fitstudio tem mensalidades a partir de 20 euros, sem contratos nem fidelizações. No Lumiar, as aulas de zumba são um dos grandes atrativos do ginásio “low-cost”. O uso ilimitado do Fitness Playground custa 25 euros por mês.  
  • Em Odivelas, o Zen Center oferece, além das atividades desportivas normais, terapias alternativas como reiki, meditação, shiatsu e reflexoterapia. O preço começa nos 1,59 euros por dia e pode chegar aos 35 euros/mês, com livre-trânsito.

No Grande Porto:

  • Fazer musculação cardiofitness, step, zumba e localizada, entre outras modalidades, no Ms Fit, ginásio localizado no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos, pode custar entre 16 e 28 euros, dependendo da frequência das aulas e da modalidade escolhida. O ginásio conta ainda com atividade física sénior e circuito de treino personalizado.  
  • O M”Studio é outra alternativa de ginásio lowcost na cidade Invicta. As aulas de Boot Camp são das mais populares do ginásio da Maia.  
  • Outra opção é a Academia Free Fitness, na Boavista que, além de modalidades mais comuns como pump e zumba tem a opção de aulas de Muay Thai.

Para quem queira praticar desporto, não goste de estar condicionado pelo tempo que está na rua e não queira gastar muito dinheiro, os ginásios “low-cost” podem ser uma boa alternativa.

 

Artigos relacionados: