Trabalho e carreira

Viajar pode ajudar no caminho para o sucesso

2 min

Estranho? Nem por isso. Os especialistas explicam como umas férias em viajem podem funcionar como um poderoso incentivo na sua carreira profissional.

O que tem o gosto por viajar a ver com a capacidade para ter sucesso na carreira? A resposta está disponível num artigo publicado pelo Huffington Post. O texto garante que a resposta é "sim". Para se ser bem sucedido convém cumprir determinadas regras universais, como aquela que aconselha a trabalhar com determinação, mas há mais do que isso. Ora leia.

1. O medo do desconhecido conduz a sua ambição. Viajar ajuda-o a adquirir competências sem ter de tirar qualquer curso de formação, enquanto forma o seu caráter. Porquê? Os especialistas garantem que isto resulta do facto de as pessoas que gostam de viajar estarem preparadas para sair daquela que é considerada a sua "zona de conforto". Estão abertas a novas experiências e, ao enfrentá-las, adaptam-se com o objetivo de assegurarem a sua sobrevivência e gerir o receio daquilo que lhes é desconhecido. Tudo isto puxa pela capacidade de inovar e pela criatividade, dois fatores decisivos para alcançar bons resultados no plano profissional.

2. Tentar algo de novo expande os horizontes. A mudança de ambiente e a quebra das rotinas do dia a dia obriga a conviver com situações que não são familiares. A descoberta de novas realidades pode ajudar a encontrar novas ideias, o que é importante para os vários planos das nossas vidas. 3. A distância ajuda a ver aquilo que é realmente importante. Tal como sucede quando queremos apanhar a mensagem global de uma pintura, em que nos afastamos para melhor apreender o conjunto, também viajar nos permite ter a distância necessária para conseguirmos ver com mais clareza aquilo que é decisivo. Por vezes, basta um fim de semana fora do local habitual de residência para conseguir ter uma perspetiva diferente da realidade em que estamos mergulhados. O conselho é o de que, mesmo de férias, guardemos 15 minutos por dia para pensar em problemas profissionais que nos exigem uma solução, já que a distância possibilita que nos foquemos naquilo que mais interessa.

4. As férias fazem bem à saúde. A acumulação de "stress" aumenta o risco de contrairmos doenças, o que afeta as nossas capacidades para cumprirmos as metas pessoais e profissionais que nos propomos atingir. Simplesmente porque o nossos níveis de ansiedade descem, com os benefícios que esta situação traz.

5. Uma rede de contactos pode nascer através das viagens. Viajar é uma oportunidade para conhecer pessoas novas em locais desconhecidos. A consequência pode ser positiva porque nunca sabemos se as pessoas em causa podem vir a ser importantes no nosso desenvolvimento profissional, e pessoal, no futuro. Construir uma boa rede de contactos pode passar por uma simples viajem.

Saiba mais aqui.