Poupar

Vai comprar um carro usado? Descubra se tem os quilómetros alterados.

1 min

Se anda à procura de um carro em segunda mão, este artigo é para si. Partilhamos consigo três formas de descobrir se os quilómetros do carro que está a pensar comprar são, de facto, reais.

Comprar um carro em segunda mão pode ter tanto de interessante como de arriscado. O negócio de carros usados está por todo o lado e a verdade é que se podem encontrar excelentes oportunidades. No entanto, ninguém está a salvo de "comprar gato por lebre”. Quem põe um carro à venda tenta sempre que ele pareça estar no melhor estado possível, para conseguir um lucro maior.

Se mandar pintar o carro e arranjar pequenas mossas são estratégias que não põem em causa a honestidade do vendedor, o mesmo não se pode dizer quando este altera os quilómetros do automóvel para que pareça ter menos uso. A realidade é que esta é uma prática relativamente comum. E a única forma que o comprador tem de se salvaguardar é aprender como descobrir se está a ser enganado com os quilómetros que o carro apresenta.

Aqui ficam três pistas para “despistar” a questão da quilometragem de um carro usado:

1. Peça para ver os documentos. Quando um carro vai a uma Inspeção Periódica Obrigatória (IPO), é costume os quilómetros serem anotados no documento comprovativo da inspeção.

2. Analise as peças. Peça ajuda a um mecânico para ver como estão as peças do automóvel. Ele saberá desvendar se o carro tem mais desgaste do que deveria ter, para aqueles quilómetros de rodagem. Por outro lado, se o seu mecânico detetar a existência de peças que foram substituídas antes do tempo, poderão interrogar o vendedor acerca do facto.

3. Faça contas. Em média, os carros andam cerca de 19.000 quilómetros por ano. Se um carro com dez anos apresenta 15.000 quilómetros, é possível que esteja a ser enganado.

Um conselho final: por melhor que a oportunidade lhe possa parecer, se detetar que os quilómetros foram alterados, fuja desse negócio, o mais depressa possível.