Poupar

Vai casar? Saiba como pôr os convidados a pagar a lua-de-mel

2 min

Há sites que o ajudam a pôr os convidados a contribuir para a sua lua-de-mel de sonho. Com estes truques, fica mais fácil fazer a viagem a dois que sempre quis.

Depois do grande dia, uma grande lua-de-mel: é isto que a maior parte dos recém-casados quer. O problema é que nem todas as contas bancárias têm a elasticidade necessária para suportar os gastos do casamento e ainda a ida para a cidade maravilhosa, para a ilha recôndita ou para o safari africano. Nós explicamos como pode resolver o sonho com uma solução pouco conhecida em Portugal.

Sabe o que é um registo para a lua-de-mel? O conceito não é muito popular em Portugal. Em inglês chama-se Honeymoon registry, na tradução literal, registo para a lua-de-mel. Na prática trata-se de um crowdfunding, em que os amigos e familiares dos noivos podem contribuir para a lua-de-mel. Existem plataformas online para este efeito e a parte boa é que resolvem de forma airosa o desconforto de dizer aos amigos e familiares que preferem receber dinheiro para a viagem, do que coisas para o enxoval e eletrodomésticos.

Onde fazer o registo? O registo deve ser feito em plataformas específicas. Há muitas opções. Prefira uma com boa popularidade, confiável, com um registo simples, fácil e imediato, que tenha as taxas mais baixas ou idealmente que não cobre taxas. Três opções: 1 - Honeyfund; 2 – Honeymoon Wishes 3 - Zola

Como fazer? O registo é o sonho explicado aos amigos e familiares. Deve conter o nome dos noivos e uma fotografia, o destino, as motivações e, claro, o valor de que vai precisar para concretizar a viagem. Mas em vez de colocar apenas o custo total, inclua antes as várias parcelas da experiência, desde o voo, até ao quarto de hotel e ainda as atividades que mais gostariam de incluir para fazer desta a viagem de uma vida. Pense que esta é a única oportunidade para convencer os seus convidados de que este é o melhor presente possível. Veja como se faz com este exemplo de registo real.

Preste atenção às despesas comuns Embora esteja entusiasmado em listar as experiências que não quer perder, lembre-se de contemplar as despesas mais comuns que, somadas, podem fazer mossa. É o caso das despesas com bagagem, transportes públicos, táxis, aluguer de carro no destino e outros de que se possa lembrar. Quanto melhor planear, menos terá de retirar às suas poupanças.

Contribuições para todos os bolsos Nem todos os convidados terão a disponibilidade financeira para conseguir ‘oferecer’ a totalidade do custo de uma atividade especial ou de luxo. Por isso mesmo, deve fazer o registo prevendo que as pessoas possam contribuir com uma pequena parte de uma das parcelas ou deve mesmo criar despesas de custo baixo, como um vinho ou um jantar. Assim, todos poderão participar do sonho, independentemente do orçamento.

Agora que está mais perto de ter uma lua-de-mel oferecida, só tem de escolher o melhor site e com as taxas mais baixas. Divirta-se.