Poupar

Truques para poupar para uma grande viagem

2 min

É preciso algum dinheiro para fazer uma grande viagem. Mas o ideal não é recorrer a um empréstimo ou esgotar o plafond do cartão de crédito. Comece hoje a juntar.

A primeira coisa que deve fazer é definir o destino e a altura do ano em que quer viajar, para ter noção de quanto vai gastar. Mas independentemente do orçamento, com truques de mestre e alguns sacrifícios, pode conseguir juntar o dinheiro de que precisa, sem se endividar.

1. Acabe com as refeições fora

Almoça fora todos os dias? E ainda janta fora uma vez por semana? Considere substituir isso tudo por refeições caseiras ou marmita. E aquilo que poupar vai direitinho para o mealheiro.

2. Tem tempo para um part-time?

Nem todos conseguirão acrescentar este sacrifício a um dia de trabalho ou ao fim de semana - sobretudo quem tem filhos. Mas a verdade é que há trabalhos que podem ser feitos a partir de um computador, sem exigir sequer deslocações e que dão algum retorno financeiro.

3. Venda o que já não tem uso

Todos temos coisas que já não usamos. Umas dão mais trabalho do que lucro, mas pode haver outras que são verdadeiras relíquias. Imagine uns ténis vintage, uma máquina fotográfica ou de escrever antigas. Pense que há compradores para tudo.

4. Andar mais a pé e menos de carro

É um clichê. Mas, efetivamente, vale dinheiro. Numa altura em que a gasolina e o gasóleo estão novamente mais caros, vale a pena guardar o carro para as exceções e usar mais as pernas, a bicicleta a pedais ou elétrica ou os transportes públicos. Lembre-se: no fundo, está a trocar o carro pelo avião que o levará ao tal destino.

5. Substitua o ginásio pelo ar livre

Troque a mensalidade do ginásio pela gratuitidade de uma corrida, flexões, abdominais e agachamentos ao ar livre. Pode continuar a fazer exercício físico, mas poupar várias dezenas de euros mensais para a viagem.

6. Pague com dinheiro

Pagar 100 euros com cartão ou com dinheiro, não é a mesma coisa. Diz quem sabe que ver as notas a sair da carteira tem um impacto psicológico diferente. Por outro lado, a percepção dos gastos é maior e a poupança é mais eficaz.

7. Gaste o menos possível com a grande viagem

E faltam os últimos truques para conseguir a viagem mais económica possível. Anote bem.

  1. Compre o bilhete de avião com a maior antecedência possível;
  2. Inclua as companhias low cost na equação;
  3. Se tiver tempo, considere fazer escalas, que reduz consideravelmente o preço do voo por comparação aos voos diretos;
  4. Evite a época alta: julho, agosto, Páscoa e Natal.

Deixamos-lhe dois sites que podem ajudá-lo na pesquisa: Momondo e Skyscanner.

No fim de cada dia de poupança, tudo vai compensar. Viajar é enriquecedor. Boas viagens.