Crédito

Tenha cuidado com este tipo de crédito fácil

1 min

O Banco de Portugal continua a alertar para formas “ardilosas” de fazer crédito. Mesmo num momento de aflição, não ceda à tentação da facilidade.

Há crédito e crédito. E nem todos são sérios. É esse o alerta que o Banco de Portugal (BdP) tem vindo a fazer ao longo deste ano. O supervisor nota que há entidades não autorizadas a exercer atividade em Portugal que aliciam os consumidores com promessas de crédito fácil.

O que dizem?

Prometem empréstimos muito rapidamente, sem formalidades, a todas as pessoas, mesmo as que têm problemas junto do sistema financeiro.

Como contactam com as pessoas?

Através de anúncios na internet, redes sociais, anúncios em jornais de grande tiragem nacional e publicidade em caixas de correio, com este tipo de discurso: “Precisa de dinheiro? Tem imóvel? Mesmo com penhoras, dívidas fiscais ou problemas bancários temos a solução! Resolvemos em 48 horas.”

O que pedem em troca?

Estas entidades, direta ou indiretamente, através de entidade intermediária, exigem como contrapartidas a entrega de cheques pré-datados ou a propriedade de bens imóveis ou bens móveis, tais como veículos automóveis”, como alerta o supervisor.

Não têm espaço físico

O Banco de Portugal explica, ainda, que o facto de a entidade que concede crédito não ter em certas situações um estabelecimento fixo, ou estar em permanente mudança de espaços, dificulta muito o contacto com os clientes.

Quais podem ser as consequências para os clientes?

- Taxas de juro chegam a ultrapassar 70%; - Aquisição definitiva da propriedade dos bens móveis e imóveis; - Perda das quantias entregues que pode ser irrecuperável.

Quem são estas entidades?

Pode consultar aqui algumas delas. O Banco de Portugal vai atualizando esta página com as informações mais recentes.

Mesmo que esteja num momento de dificuldade ou de fragilidade financeira, não deixe de verificar se está a fazer crédito com uma entidade credível, habilitada a exercer atividade financeira em Portugal. Lembre-se: às vezes, o barato pode sair caro.