Poupar

Taxas moderadoras nos centros de saúde vão acabar

1 min

Com a aprovação desta medida, só vai ter de pagar taxas moderadoras quando for à urgência do Hospital. E, mesmo assim, há exceções.

Quando for ao centro de saúde ou precisar de fazer alguma consulta ou exame através do Serviço Nacional de Saúde (SNS), já não vai ter de pagar taxas moderadoras. A medida, proposta pelo Bloco de Esquerda, foi aprovada no Parlamento e faz com que as taxas moderadoras passem a ser cobradas apenas nas urgências dos Hospitais. O Contas Connosco explica-lhe o essencial:

Em que situações não vai pagar:

• Atendimento, consultas ou outras prestações de saúde (como análises ou exames) nos centros de saúde

• Consultas de especialidade nos hospitais que sejam prescritas pelos médicos de família

• Consultas pedidas pelos profissionais de saúde dos Hospitais

• Exames prescritos através do SNS

Em que situações vai continuar a pagar:

• Nas urgências dos Hospitais, mas, mesmo aqui, há exceções: se for enviado através do centro de saúde, do INEM ou da linha de atendimento Saúde 24 não paga taxas moderadoras.

A medida foi aprovada, pela Assembleia da República, na generalidade e ainda tem de ser discutida na comissão parlamentar de Saúde. Só depois de aprovada na especialidade pode entrar em vigor.

Actualmente, ainda se pagam taxas moderadoras no valor de: 3,50 euros para uma consulta de enfermagem no centro de saúde, 4,50 numa consulta de medicina geral e familiar, 7 euros numa consulta da especialidade e 18 euros numa urgência. Para um exame ou tratamento pode variar entre os 35 cêntimos e os 40 euros.

Quando esta medida entrar em vigor, terá de pagar taxas apenas nas urgências, que vão desde os 14 aos 18 euros.