Poupar

Se poupar é um dos seus objetivos saiba como fazê-lo da melhor forma

5 min

A passagem de ano pode ser um bom momento para decidir poupar. Não adie e comece a pensar como proceder da melhor forma.

Começar a poupar vai ser uma das suas resoluções de Ano Novo? Dos impostos, ao orçamento familiar, passando pela poupança nas compras, conheça algumas ideias que o vão ajudar a organizar as contas e constituir uma poupança.

Trace um plano

A primeira coisa a fazer é traçar um plano. Coloque no papel qual é a sua meta. “Guardar dinheiro" é um conceito vago que não se traduz em riqueza se não tiver consciência do que quer. Defina quanto vai poupar por mês e como vai investir.

Tenha um objetivo

É muito mais fácil ficar firme no seu plano se tiver em mente qual ou quais as suas metas e o que quer alcançar. Sabe o que quer fazer com o dinheiro que vai poupar? Pode sempre delinear um plano para que parte do dinheiro seja aplicado em instrumentos financeiros, outra possa ser utilizada para aquelas férias com que tanto sonha ou para outras ambições. Preveja gastos inesperados como um problema de saúde. Abra uma poupança para essas situações.

Anote os seus gastos

Para que seja mais fácil perceber quanto pode poupar mensalmente, anote tudo o que se gasta. Só assim vai conseguir entender quais são as despesas supérfluas que faz e organizar-se de forma a ir suprimindo alguns gastos ao longo do tempo. No fundo, vai chegar à conclusão de que é preciso fazer ajustes orçamentais.

Faça um orçamento para o ano

A melhor forma de manter as finanças em ordem está em planear os gastos. Analise as despesas mensais e faça um cálculo da média do valor que gasta mensalmente. A estes gastos junte despesas pontuais como o seguro automóvel, da casa, condomínio ou os impostos e poderá ter uma perspetiva completa de quanto irá gastar durante o ano e qual a sua margem de poupança.

Criar tabelas em folhas de cálculo de Excel é apenas um dos métodos para criar e controlar o seu orçamento mensal, mas existem aplicações como o Boonzi que lhe podem dar uma ajuda preciosa.

O Boonzi , por exemplo, é uma aplicação que possibilita que qualquer pessoa construa um plano de vida, ajudando-a a saber com precisão quanto dinheiro terá disponível em cada mês e a estar preparada para os encargos futuros. Na prática, este serviço ajuda a cumprir os objetivos e, se houver algum desvio nas despesas, há um cálculo imediato do impacto na conta bancária do utilizador.

Poupe de forma realista

Se gasta tudo o que ganha, não vai conseguir poupar. Melhor do que poupar 50% no primeiro mês e nunca mais conseguir guardar nada, é poupar um pouco todos os meses. A frequência é tão ou mais importante do que a quantidade em si.

Livre-se das dívidas

É praticamente impossível conseguir poupar se continuar a ter muitas dívidas para pagar. Comece por livrar-se das dívidas. Se não conseguir "limpar" todos os créditos, tente amortizá-los parcialmente de forma a poupar nos juros.

Pode ainda tentar fazer uma consolidação de créditos, o que na maioria dos casos gera poupanças.

Tenha um guia com dicas de poupança

Há no mercado guias com dicas para poupar. Já se sabe que existem despesas fixas às quais não é possível fugir, mas estas podem ser reduzidas com pequenos gestos no dia-a-dia em várias áreas, desde a água, eletricidade, passando pelas telecomunicações à compra de roupa. Se seguir essas dicas, pode conseguir poupanças avultadas ao final do mês e do ano.

No caso das telecomunicações, tem a certeza que o seu tarifário é o indicado para si? Uma boa escolha pode representar uma poupança significativa. Faça comparações de serviços e respetivo preço, pois a variedade é muita e nem sempre se opta pela melhor opção.

Atenção às deduções no IRS e validação das despesas no E-factura

Se enquadrar mal as despesas e deixar faturas pendentes, receberá menos de IRS, e, como consequência, terá menos dinheiro para amealhar. Não se esqueça de que há dez despesas que o ajudam a poupar no IRS. Se não quer perder nenhuma dedução ou pagar imposto desnecessariamente não se esqueça de validar as suas faturas e enquadrar despesas adequadamente em www.portaldasfinancas.gov.pt.

Venda roupa que já não lhe sirva

Se está a precisar de fazer algum dinheiro extra para colocar de lado, uma boa ideia é a de começar por procurar no seu guarda-roupa peças que já não usa e vendê-las. Pode fazer o mesmo com sapatos, bijuteria ou peças de decoração que tenha em sua casa.

Evite o desperdício de comida

Se uma das suas resoluções é deixar de desperdiçar comida, faça um inventário daquilo que tem no frigorífico e arrume de forma a não deixar estragar comida. Aproveite os restos. Há muitas receitas que pode inventar.

E que tal começar a levar marmita para o trabalho? Dessa forma evita o desperdício alimentar, come melhor e poupa dinheiro.

Poupe no combustível

Escolha o posto de abastecimento de combustível com gasolina mais barata. Isto pode representar uma poupança de centenas de euros no final do ano. E saiba que localizar os postos de abastecimento de gasolina mais baratos à sua volta não é difícil, uma vez que já existem aplicações para o telemóvel que lhe permitem fazer isso. Mais Gasolina, Gasol e WhatGas são três delas. Pode ainda ir www.precoscombustiveis.dgeg.pt e conhecer os postos mais baratos em todo o país.

A par da gasolina, saber escolher a iluminação correta para cada divisão da casa pode representar uma poupança entre 15 a 20% na fatura da eletricidade. As lâmpadas LED são atualmente a melhor opção. Tente também desligar sempre os aparelhos. Deixá-los em stand by está a gastar à mesma energia.

Compre artigos em segunda mão

Há artigos que vale a pena comprar em segunda mão. As lojas especializadas nesta área só vendem produtos em bom estado e as poupanças são significativas.