Poupar

Saldos: aquilo que deve saber

1 min

Conhecer as regras da época de saldos e os seus direitos enquanto consumidor é a melhor ferramenta para fazer boas compras.

É verdade que, quem compra, pode poupar muito dinheiro nos saldos. Mas os saldos são também muito interessantes para quem vende, porque permitem aos comerciantes escoar os artigos da estação que está a chegar ao fim e, até, produtos com defeito.

Para que o barato não saia caro, há coisas que deve saber, entre as quais, alguns dos seus direitos enquanto consumidor:

1.Os artigos devem exibir o preço anterior e o preço promocional, de forma inequívoca.

2.As lojas não são obrigadas a trocar um artigo vendido. Podem fazê-lo como estratégia para preservar os clientes ou como mera cortesia.

3.É obrigatório trocar um artigo com defeito.

4.É permitido vender produtos defeituosos, desde que seja comunicado de forma clara que aqueles artigos têm defeito.

5.Uma loja que aceite cheques ou cartões de débito ou crédito na época regular, tem de aceitar os mesmos meios de pagamento durante os saldos.

6.Em compras online de artigos em saldo, tem sempre 14 dias para devolver o produto adquirido, recebendo de volta o seu dinheiro. Nestes casos, não precisa de justificar a razão do seu arrependimento.

7.Se os seus direitos enquanto consumidor não forem respeitados, pode sempre apresentar uma reclamação. Para tal, utilize o livro de reclamações da loja ou considere mesmo contactar a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica.