Poupar

Reduza a fatura dos manuais escolares em 10%

1 min

Os manuais escolares têm um peso substancial na fatura do regresso às aulas. Saiba como pode poupar.

Nem todos gostam da ideia de os seus filhos irem para a escola com manuais usados, mesmo que isso represente uma poupança substancial ou, mesmo, total.

Os encarregados de educação que desejam simultaneamene que os seus estudantes levem livros novos para escola e que querem que a despesa tenha o menor peso na carteira têm de se despachar para conseguirem descontos mínimos de 10%. Regra geral, os descontos só são válidos para encomendas através da Internet até ao final do corrente mês de julho.

Em princípio, não há problema em reservar os manuais a serem usados no próximo ano letivo. O Ministério da Educação e Ciência, através do Sistema de Informação de Manuais Escolares, divulga os livros escolhidos por cada estabelecimento de ensino no ano 2015/2016, embora com ressalvas: "as listagens de manuais escolares adotados, disponibilizadas online, deverão ser, sempre, validadas junto da escola respetiva."

O Contas Connosco compilou uma lista, não exaustiva, em que os benefícios de encomendar livros pela Internet representam poupanças superiores a 10% da fatura de manuais escolares:

  • LeyaOnline: Além de 10% de desconto sobre o preço de venda ao público, a Leya atribui ainda mais 20% de desconto em apoio escolar.
  • Wook: A livraria online do grupo Porto Editora também reduz o preço em 10% mais 10% em Cartão Wookmaise 20% de desconto em livros de Apoio Escolar. Os portes podem ser gratuitos.
  • Bertrand: Esta livraria também baixa em 10% o preço mais 20% em livros de apoio escolar em cartão. Os portes também são gratuitos.
  • Jumbo: Além de 10% sobre o preço, o Grupo Auchan ainda dá 5% de desconto imediato se a encomenda for paga com cartão Jumbo.
  • Continente: O desconto de 10% sobre o preço de venda ao público também está presente no Continente. O desconto é feito em cartão.