COVID-19

Quarentena ou isolamento: saiba como agir em casa

10 min

Dos espaços partilhados à comida, passando pela limpeza e tratamento de resíduos. Descubra aqui tudo o que precisa de saber.

O que é a quarentena?

A quarentena ou isolamento profilático é uma medida de saúde pública utilizada como resposta a uma epidemia de forma a interromper a cadeia de transmissão. A quarentena é aplicada a pessoas, supostamente, saudáveis, mas que possam ter estado em contacto com alguém infetado com covid-19.

O que é o isolamento?

O isolamento é a medida aplicada a pessoas doentes para que, através do afastamento social, não contagiem outras pessoas.

Quando devemos fazer quarentena ou isolamento?

A quarentena ou isolamento podem ser recomendadas se:

- tiver tido contacto com um doente diagnosticado com covid-19 e esta medida for determinada pela Autoridade de Saúde (avaliação caso a caso).

- tiver sido diagnosticada(o) com covid-19 e se o médico, depois de avaliar a sua situação clínica , concluir que não precisa de internamento

Quanto tempo devemos ficar em quarentena ou isolamento?

O tempo de quarentena ou isolamento é definido pela autoridade de saúde ou médico que o acompanha ou avaliou e deve ser cumprido até ao fim, mesmo que não tenha sintomas, por razões de segurança.

Porque é que muitas pessoas optaram pelo isolamento voluntário, mesmo sem indicação das autoridades de saúde?

O coronavírus é transmitido pelo contacto pessoal, através das gotículas que são expelidas, por exemplo, pela tosse ou por espirros. Sabe-se também que é altamente contagioso e pode sobreviver até vários dias em algumas superfícies. Por isso, é amplamente defendido pelas autoridades de saúde que ficar em casa e evitar ao máximo o contacto social pode ser determinante para cortar a cadeia de transmissão e evitar que o surto assuma maiores proporções. Algumas pessoas optaram pelo isolamento voluntário durante 14 dias por se tratar do tempo de incubação do vírus, durante o qual podem - ou não - surgir sintomas. No entanto, mesmo que não surjam sintomas, após este período devem manter a contenção social, tal como toda a gente, por prevenção.

Como agir durante o período de isolamento ou quarentena?

Durante o período de isolamento ou quarentena deve ficar em casa e não sair em qualquer circunstância, seja para o trabalho, escola, espaços públicos ou outros locais. Se precisar de bens essenciais - por exemplo, alimentação ou medicamentos - deve pedir a amigos ou familiares que lhos entreguem. Se necessário, pode fazer compras por telefone ou através da Internet e pedir entrega ao domicílio. Neste caso, deve pedir que a encomenda seja deixada à porta, de modo a que não tenha qualquer contacto com a pessoa que faz a entrega.

E se partilhar casa com outras pessoas?

O ideal seria não ficarem na mesma casa, sobretudo se existirem pessoas mais velhas, com doenças crónicas ou mais vulneráveis. Se não for possível, deve ficar numa divisão separada, de porta fechada e, de preferência, com uma janela para o exterior. Deve dormir sozinho, ter uma casa-de-banho própria, evitar espaços comuns com outras pessoas presentes (por exemplo, à refeição), manter uma distância de dois metros das outras pessoas e só sair do quarto em situações de extrema necessidade, utilizando uma máscara descartável. Se não for possível ter casa-de-banho própria, a pessoa em isolamento ou quarentena deve ser a última a utilizá-la e, após a utilização, todas as superfícies devem ser desinfetadas.

Como agir se estiver a cuidar de uma pessoa em isolamento ou quarentena?

Deve existir, apenas, um cuidador que não tenha qualquer doença crónica ou seja de risco. A pessoa em isolamento ou quarentena deve tapar a boca e o nariz com um lenço de papel, quando tosse ou espirra. Se precisar de assistência nesta tarefa, o cuidador deve também utilizar lenços descartáveis para limpar o muco expelido, deitar de imediato no contentor de resíduos e, de seguida, lavar as mãos, com água e sabão, durante, pelo menos, 20 segundos.

O que fazer se estiver em isolamento com uma pessoa idosa ao seu cuidado?

Se for responsável por cuidar de um familiar idoso ou que pertença aos grupos de risco, deve procurar transferir essa responsabilidade enquanto durar a quarentena/isolamento, por uma questão de segurança e proteção da pessoa mais vulnerável.

Se estiver em isolamento ou quarentena, posso receber visitas?

Não. A casa deve ser frequentada, apenas, pelas pessoas que lá vivem, se não tiverem residência alternativa. Quaisquer outros contactos, devem ser feitos por telefone.

Há risco para os animais de estimação?

A Organização Mundial de Saúde (OMS) começou por garantir que não havia qualquer risco de os animais de estimação poderem ser infetados com covid-19. No entanto, recentemente, foi descoberto o caso de um cão, em Hong Kong, que deu resultado positivo nos testes para o coronavírus. O cão vivia com o dono, que estava infetado e doente. Ainda assim, segundo a imprensa internacional, o cão foi portador do vírus, mas não desenvolveu a doença nem revelou sintomas. Este é, até à data, caso único. Uma multinacional norte-americana anunciou ter realizado milhares de testes a cães e gatos e não encontrou um único caso positivo. Apesar da probabilidade de humanos transmitirem o vírus a animais ser muito baixa, parece ser consensual que a prudência é o melhor remédio. A DGS também aconselha: “Deve, igualmente, proteger os animais de estimação mantendo distância deles. Se não for possível deve lavar as mãos antes e depois de cada contacto".

Posso partilhar comida com alguém em isolamento ou quarentena?

Não, se tiverem de tocar na embalagem ou pacote. Ou seja, não devem beber pelo mesmo pacote ou garrafa nem partilhar alimentos que sejam, habitualmente, comidos com as mãos. Por exemplo, bolachas, batatas fritas ou outros snacks.

E objetos?

Existem evidências de que o coronavírus sobrevive em superfícies metálicas até 9 dias e nos tecidos entre 6 a 8 horas. Por isso, idealmente, não deve partilhar nada. A DGS dá exemplos do que deve evitar: telemóveis, auscultadores, teclados, pratos, copos, chávenas, utensílios de cozinha, toalhas, lençóis, etc.

E se tiver mesmo de partilhar?

Antes de partilhar deve lavá-los e desinfetá-los cuidadosamente. 

Como tratar da sua roupa ou de alguém que esteja em isolamento ou quarentena?

Se está à espera do resultado da análise para COVID-19 ou está a cuidar de alguém nessa situação, a roupa - de vestir, lençóis e/ou toalhas - deve ser posta num saco de plástico fechado e devidamente identificado até saber o resultado do teste.

Posteriormente, a roupa deve ser lavadas à máquina, acima de 60 graus. Se possível, utilize máquina de secar e ferro na maior temperatura permitida para o tipo de roupa. Quando estiver a mudar os lençóis da cama, evite sacudi-los; opte por enrolá-los de dentro para fora, como se estivesse a fazer um embrulho. De seguida, lave as mãos.

E a loiça?

Os pratos, copos, chávenas e utensílios de cozinha devem ser lavados, à mão, com água quente e detergente da loiça ou na máquina. 

Como desinfetar objetos e superfícies?

Deve utilizar luvas e uma roupa protetora (por exemplo, um avental). Antes e depois de calçar as luvas, deve lavar as mãos. Para desinfetar superfícies como interruptores, maçanetas ou outras, segundo a DGS, deve:

  • Lavar primeiro com água e detergente;
  • Aplicar a lixívia diluída em água (uma medida de lixívia em 49 medidas iguais de água)
  • Deixar atuar durante 10 minutos;
  • Enxaguar apenas com água quente e deixar secar ao ar

A mobília e os objetos como telemóveis, comandos ou teclados devem ser limpos primeiro e desinfetados, de seguida, com toalhetes humedecidos em desinfetante ou álcool a 70%.

Como lavar a casa-de-banho?

Segundo recomendações da DGS, deve lavar a casa-de-banho com um produto que tenha detergente e desinfetante na composição. Deve também começar a limpeza pelas torneiras, lavatórios e ralos; depois passar para o mobiliário e, por fim, a banheira ou chuveiro, sanita e bidé.

E a cozinha?

Para além da loiça, deve limpar e desinfetar armários (incluindo puxadores), bancadas, mesa, cadeiras, torneira, lavatório e ralo.

Se existir sangue ou secreções, devem ser tomadas precauções de higiene e limpeza adicionais?

Sim. De acordo com a DGS, deve:

  • Limpar os líquidos com papel absorvente
  • Aplicar lixívia diluída em água (uma medida de lixívia para 9 medidas iguais de água)  e usar máscara durante toda a utilização
  • Deixar atuar durante 10 minutos
  • Limpar com água e detergente
  • Enxaguar só com água quente
  • Deixar secar ao ar e abrir as janelas para ventilação do espaço.

O que fazer aos resíduos?

Segundo a orientação da DGS, os resíduos (como lenços de papel, restos de comida ou outro lixo doméstico) produzidos por uma pessoa em quarentena ou em isolamento,  ou por alguém que partilhe a mesma habitação, devem merecer cuidados especiais:

  • Deve ser colocado um caixote do lixo de abertura não manual (por exemplo, cuja abertura seja feita com um pedal) com saco de plástico no quarto ou divisão em que a pessoa se encontra em quarentena ou isolamento
  • Todos os resíduos produzidos pela pessoa em quarentena ou isolamento devem ser colocados exclusivamente neste caixote do lixo
  • Os resíduos nunca devem ser calcados nem deve apertar o saco para sair o ar. 
  • O saco de plástico deve ser cheio até 2/3 da capacidade e deve ser bem fechado com 2 nós bem apertados e, preferencialmente, com um atilho ou adesivo;
  • Este saco deve ser colocado dentro de um segundo saco de plástico, que também deve ser bem fechado com 2 nós bem apertados e, preferencialmente, com um atilho ou adesivo
  • Deve utilizar luvas descartáveis enquanto fecha os sacos. Para retirar as luvas, deve enrolá-las de dentro para fora fazendo um embrulho sem tocar na parte de fora. De seguida, deitá-las fora num novo saco de plástico para resíduos e, no final, lavar as mãos com água e sabão durante pelo menos 20 segundos, secando bem.
  • Tenha sempre o máximo cuidado para não encostar os sacos de plástico com os resíduos à roupa ou ao corpo.
  • Estes sacos de plástico com os resíduos são colocados no contentor do seu prédio ou da rua, onde habitualmente deita o lixo doméstico
  • Estes resíduos não devem ser separados para reciclagem nem colocados no ecoponto
  • Os contentores de resíduos da habitação devem ser lavados e desinfetados regularmente
  • Os resíduos produzidos pelas pessoas que partilham a mesma casa dos que estão em quarentena ou isolamento devem seguir os mesmos procedimentos. A única diferença é que podem ser colocados no caixote do lixo de uso geral, em casa.

Porque é tão importante lavar as mãos?

De acordo com as autoridades de saúde, o vírus sobrevive durante pouco tempo nas mãos: entre 5 a 10 minutos. No entanto, basta levar as mãos à cara, olhos, nariz ou boca - algo que acontece com facilidade -  para poder infetar-se. 

Mesmo que não esteja em quarentena ou isolamento, lembre-se que o comportamento mais prudente para ajudar a travar este vírus é a contenção social. Portugal já passou da fase de contenção para a de mitigação - o período mais grave de contágio - e está próximo do pico previsto pelas autoridades de saúde, durante o qual mais pessoas poderão ser infetadas. Por isso, por si e pelos outros, se puder, fique em casa.

Recibos Verdes e Trabalhadores Independentes

Para saber como funcionam os recibos verdes, quais as suas novas regras, ou todas as características de um regime de trabalhador independente, consulte os artigos desta página.

Está a trabalhar a recibos verdes? Conheça os seus direitos

Impostos

Está a trabalhar a recibos verdes? Conheça os seus direitos

2 min
Vantagens e desvantagens do regime simplificado e contabilidade organizada

Impostos

Vantagens e desvantagens do regime simplificado e contabilidade organizada

2 min
O IVA nos recibos verdes

Impostos

O IVA nos recibos verdes

2 min
Segurança Social de Trabalhadores Independentes: contribuições e isenções

Impostos

Segurança Social de Trabalhadores Independentes: contribuições e isenções

1 min
Trabalhador a recibos verdes: como conseguir crédito?

Crédito

Trabalhador a recibos verdes: como conseguir crédito?

1 min