Investimentos

Ponha o poder dos juros a trabalhar para si

2 min

Os juros sobre os juros geram um exponencial de ganho para a sua carteira. Por causa disso, deve começar a investir já.

“A capitalização dos juros é a força mais poderosa do universo.”

Esta frase é muitas vezes atribuída ao físico Albert Einstein. Embora provavelmente isso seja falso. Quando Einstein morreu em 1955 ainda não se falava de capitalização de juros. A ideia na frase é bastante reveladora. Nas aplicações financeiras, os juros e os outros rendimentos, quando reinvestidos, têm uma força exponencial nos resultados. Isto fica claro com um exemplo.

Se investir anualmente cinco mil euros durante três décadas e reinvestir os juros de 5%, chega ao final com mais de 348 mil euros. Se não reinvestir os juros, a soma das suas poupanças é de cerca de 266 mil euros. É fácil perceber porquê. No final do primeiro ano, tem 5.250 euros (250 euros de juros). Se não reinvestir os juros no final do segundo ano terá 10.750 euros (5.000 euros vezes dois anos mais 250 euros de juros do primeiro ano e 500 euros do segundo). Se reinvestir os juros terá 10.762,50 euros: os 12,50 euros são os juros obtidos pelos juros do primeiro ano (5% de 250 euros). À medida que os anos passam, os juros de juros tornam-se exponenciais.O mais importante é quando as taxas são elevadas

Atualmente, as taxas de juro estão deprimidas, resultado do ambiente macroeconómico internacional. Os depósitos a prazo até 12 meses constituídos em julho passado pagaram taxas anuais médias de 1,62%, mostram as últimas estatísticas do Banco de Portugal. O poder da capitalização é mais fraco quando as taxas de juro são baixas. Uma aplicação anual de cinco mil euros acumulará pouco mais de 194 mil euros se houver reinvestimento dos juros anualmente à taxa de 1,62%. Mesmo assim é superior ao caso sem reinvestimento dos juros: a acumulação seria de cerca de 188 mil euros.Comece já a investir

Graças ao poder da capitalização, a maior maneira de garantir um futuro financeiro risonho é começar a investir o mais cedo possível. Mesmo que seja uma pessoa muito conservadora, ao capitalizar os juros no longo prazo consegue maximizar as poupanças.

Como se referiu atrás, uma pessoa que poupe cinco mil euros por ano e que capitalize os juros de 5% todo os anos, conseguirá acumular cerca de 348 mil euros em 30 anos. Portanto, um jovem de 26 anos que poupe até à reforma aos 66 anos terá um bom pé-de-meia. Todavia, se ele apenas começar aos 56 anos, tendo dez anos para a reforma, terá de poupar 26.411 euros por ano para conseguir atingir o mesmo objetivo de 348 mil euros. Enquanto que, no primeiro caso, o esforço global foi de 150 mil euros (cinco mil euros anuais durante três décadas), o esforço do segundo caso foi de mais de 264 mil euros. Além disso, todos sabem que é mais fácil por de lado cinco mil euros do que 26.411 euros, por muitas voltas que dê a matemática.