Trabalho e carreira

Os 15 melhores trabalhos em "part-time" para estudantes universitários

3 min

Estuda na universidade e quer ter alguma fonte de rendimentos? Procure um trabalho em "part-time". Veja aqui 15 sugestões.

Se é estudante universitário, pode arranjar um rabalho a tempo parcial paa conseguir amealhar algum dinheiro. Fique com uma lista de sugestões, dos quinze melhores trabalhos em part-time.

1. Tratador de animais. Se gosta de animais, contacte numa associação protetora. Muitas destas associações têm poucos recursos, pelo que o salário pode ser apenas simbólico, mas pode ser uma ótima oportunidade para estudantes de veterinária ou biologia, por exemplo.

2. Faça e venda artesanato. Bijuteria, desenho ou estampagem de t-shirts com mensagens engraçadas podem ser ideias de produtos que pode vender. Ponha a criatividade a funcionar e aproveite os festivais de verão ou a loja online Etsy para vender os seus produtos.

3. Opte pelo babysitting. Oferecer-se para tomar conta de crianças de familiares ou vizinhos, pode ser uma forma de arranjar dinheiro extra. Se fizer uma formação em cuidados de crianças ou, mesmo, em primeiros socorros infantis, tem ainda mais hipóteses de arranjar trabalho como babysitter.

4. E que tal a lavagem automática? As empresas de lavagem automática de veículos são outra boa alternativa para um trabalho a tempo parcial, sobretudo para quem gosta de carros.

5. Arquive documentos e fotografias. Pense em oferecer um serviço que muitas pessoas gostavam de ter: alguém que organizasse toda a documentação guardada ao longo dos anos, inclusive, todas aquelas fotografias digitais espalhadas por vários cartões ou ficheiros. Pode começar por propor o serviço a amigos e família.

6. Trabalhe num hipermercado. Os grandes retalhistas são grandes contratadores em Portugal, em especial para os horários de fim-de-semana, feriados e noite. Este tipo de contratações ocorre, sobretudo, no período das férias de verão e Natal.

7. Seja um cortador de relva. Se mora numa zona onde muitas casas têm jardim relvado, ofereça-se para cortar a relva.

8. Entregue pizzas. Outro dos trabalhos típicos de estudantes que querem trabalhar a tempo parcial é o de entregar pizzas numa cadeia que ofereça esse serviço. No entanto, a maioria das ofertas pede motoristas com moto própria.

9. Trabalhe numa empresa de mudanças. Fazer umas horas em empresas de mudanças é outra hipótese, sobretudo para quem tem alguma força física e não se importa de levantar objetos pesados.

10. Tem jeito para assistente pessoal? Nos dias que correm há cada vez mais pessoas a precisarem de contratar alguém para tratar de pequenos serviços, como levantar a roupa na lavandaria, ir aos correios, ou ir às compras.

11. Empregado de mesa pode ser uma solução. Muitos estudantes arranjam também emprego a tempo parcial a servir às mesas. Os horários em part-time disponíveis incluem muitas vezes trabalhar à noite e ao fim de semana.

12. Trabalhe numa loja. Ser vendedor numa loja, seja uma livraria ou um loja de roupa, também pode ser boa hipótese. Escolha uma loja localizada num centro comercial. Permite mais flexibilidade em termos de trabalho a tempo parcial, uma vez que o horário de funcionamento é mais alargado.

13. Tutor? Por que não? Se é bom a uma ou mais disciplinas, pode sempre pensar em trabalhar como tutor ou explicador de alunos mais novos. Normalmente, as explicações são pagas à hora e permitem muita flexibilidade de horários. No entanto, há mais procura em época de exames, o que pode ser mais complicado de conciliar com os estudos.

14. Trabalhe num armazém. Muitas grandes superfícies comerciais têm os seus próprios entrepostos e armazéns de distribuição. Ser fiel de armazém, ou seja, alguém que dá uma ajuda em várias funções, pode ser uma solução..

15. Está na hora de ser web designer. Se tem competências em termos informáticos e sabe desenhar páginas da internet ou sites, pode aproveitar para aproveitar esses conhecimentos e montar um pequeno negócio. Este trabalho pode ser especialmente interessante para um estudante de informática ou tecnologias da informação.