Crédito

Obras em casa: Saiba onde gastar

6 min

A sua casa está a precisar de obras? Saiba o que deve ter em conta antes de começar a partir paredes e conheça alguns truques para conseguir aquela sensação de “casa nova”.

Data de publicação 2021 M06 18

A sua casa está a precisar de obras? Saiba o que deve ter em conta antes de começar a partir paredes e conheça alguns truques para conseguir aquela sensação de “casa nova”.

Fazer pequenas obras em casa ou uma remodelação maior é algo em que quase todos pensamos de vez em quando, e essa tendência cresceu ainda mais no último ano. 97% dos portugueses que responderam a um recente feito pela rede de construção Melom afirmaram que gostariam de melhorar a sua casa e quase 76% indicaram que iam fazer algumas obras este ano. Quase metade (45,6%) classificam o estado da sua habitação como razoável e 11,4% como mau.

Seja porque “as paredes já estão a cair”, porque queremos dar uma nova configuração à casa, ou porque pretendemos valorizá-la para uma possível venda, fazer obras é um processo que pode ser demorado e dispendioso. Assim sendo, sugerimos um conjunto de passos que deve seguir para não ficar preso num estaleiro interminável de ferramentas e materiais de construção.

 Analise que divisões da sua casa precisam de remodelações

 Avalie o que gostaria de mudar, quais as divisões que precisam de intervenção, se vai precisar de novos móveis, eletrodomésticos ou iluminação, e se vai ser necessário partir alguma parede, mexer na canalização ou na eletricidade. Faça desenhos, anotações, listas, peça conselhos e sugestões a amigos ou família. Pesquise online ideias para ganhar espaço, dar nova vida a um recanto menos usado ou revitalizar a varanda ou o jardim. A decisão é sua, e assim deve ser, mas todas as informações ajudam.

Veja também se as obras em casa que pretende fazer - principalmente se interferirem com a estrutura da casa, incluírem varandas ou outros arranjos exteriores e necessitarem de andaimes - requerem algum tipo de licença autárquica. Uma suspensão de obra ou uma multa por incumprimento é algo que seguramente quer evitar. Não se esqueça também de garantir, durante as remodelações da sua casa, que estão a ser cumpridos os limites de ruído, que também dão lugar a multa.

Faça um orçamento para as obras da sua casa 

Mais do que começar a fazer contas ao que pretende gastar com o novo frigorífico ou com a base do duche para a casa de banho, defina o valor que pondera investir nas remodelações em casa. Tente ser realista, mas prepare-se para as comuns derrapagens, seja pelo tempo que é mais do que o esperado, pelo problema na cozinha que foi encontrado, ou pelo sofá que afinal vai ter de trocar.

Também é melhor que fique tudo feito de uma vez, para não ter de passar pelo mesmo tão depressa. Portanto, seja para completar o orçamento ou para absorver os custos extra inesperados, pondere pedir um crédito para obras, que permita incluir tanto trabalhos de construção como o próprio recheio das divisões a transformar. E isso é algo que pode mesmo fazer de início. No crédito Lar & Recheio, da Cofidis, não precisa de ter orçamento final ou projeto contratado para avançar com o financiamento.

Consulte o mercado

A não ser que a remodelação do seu apartamento ou casa passe apenas por pintar algumas paredes ou substituir umas torneiras e candeeiros, evite contratar vários profissionais diferentes, aqueles que às vezes são recomendados por “um amigo de um amigo”. Escolha empresas com referências e com diversas especialidades, e peça vários orçamentos para encontrar o melhor preço para as obras da sua casa. Numa remodelação com pintura, canalização e eletricidade, por exemplo, facilmente estará a poupar dinheiro.

Tente ainda conhecer os valores pedidos para cada tarefa específica. Desta forma identifica melhor as diferenças entre orçamentos e pode até negociar alguns valores e materiais, alterando a escolha final.

Escolha bons materiais de construção para remodelar a casa

Seja o chão, as louças da casa de banho, ou a bancada cozinha, não vá pelo mais barato para tentar mudar mais coisas. Materiais de maior qualidade e preço são por norma mais duráveis e valorizam melhor a casa no futuro. O mesmo para eletrodomésticos, cuja maior eficiência energética acaba por justificar a diferença de preço no longo prazo.

Considere ocupar outro espaço enquanto realizam as obras na sua casa

Se tiver outra casa para onde ir, seja de amigos, familiares ou mesmo um alojamento local, consegue evitar as chatices de pó, ferramentas em todo o lado e ocasionais interrupções de água ou de luz - além da falta de privacidade enquanto está em casa. A obra pode até ser feita mais rapidamente, mas pelo sim pelo não vá sempre dando uma olhadela para ver a evolução.

Caso não tenha para onde ir, tente que as obras de remodelação de apartamento sejam feitas numa só divisão de cada vez, para reduzir a necessidade de espaço e limitar a sujidade nas zonas que continua a usar.

Encontre outras formas de poupar

Na remodelação de uma casa, os valores tanto podem ser de escassos milhares de euros a largas dezenas de milhares, dependendo das “camadas” que se vão juntando: pintura, chão, paredes, janelas, armários de cozinha, sanitários… e por aí fora. O quarto e a sala são as divisões mais baratas, especialmente se não for preciso móveis. Já na cozinha e na casa de banho, quando envolvem troca de equipamentos, pode contar com vários milhares de euros. E em termos de armários em geral, seja para que divisão for, trabalhos feitos à medida também são mais caros do que modelos pré-feitos.

Veja bem tudo o que pode manter, como candeeiros ou móveis, para poupar para as coisas que são mesmo necessárias - e manter uma boa qualidade nesses gastos. Pense também em alternativas como pintar azulejos em vez de os substituir; trocar torneiras em vez de todo o lava-louça ou lavatório da casa de banho; fazer um bom tratamento ao chão de madeira em vez de o retirar para colocar outro tipo de soalho. E deixe a decoração para depois, isso é algo que estamos sempre a alterar.

Mantenha o seu plano de remodelar a casa

O tempo e o custo são os dois fatores mais importantes quando pretendemos fazer obras em casa, mas são também imprevisíveis. Para controlar o melhor possível as duas coisas, evite hesitações ou mudanças de opinião e mantenha o plano já definido e idealizado com a equipa responsável. Se ficar a pensar muito na cor dos azulejos novos ou no tampo da cozinha, pode acabar por atrasar mais a obra ou aumentar os custos dos materiais.

Fazer uma remodelação em casa não é um processo leve, requer muita ponderação e planeamento. Mas é um investimento que traz benefícios imediatos, a começar pelo aumento de conforto, mas também da eficiência energética caso compre novos eletrodomésticos, troque janelas ou aposte num ar condicionado. E esses benefícios podem manter-se anos depois, com uma valorização maior da casa. Assim, um crédito para as obras - é uma opção a ter em conta para apostar no futuro.

Acima de tudo inspire-se, pense no que são as suas prioridades, para garantir que a sua casa fica exatamente como imaginou.