Crédito

O valor residual num crédito

1 min

Optar por um valor residual num crédito permite pagar prestações mensais mais baixas. Se pensa comprar casa ou carro, saiba o que ter em conta nesta opção.

Se tem ou pensa vir a contrair um crédito à habitação, possivelmente já ouviu falar no valor residual. Sabe que vantagens e desvantagens pode ter ao optar por ter um valor residual no empréstimo? Nós explicamos.

A primeira pergunta que se coloca é: mas afinal o que é o valor residual? O valor residual é uma percentagem do valor financiado que só será pago no final do contrato, permitindo baixar o valor da prestação mensal.

Num crédito à habitação o valor residual representa, regra geral, 10% a 30% do valor total do empréstimo. A percentagem varia de banco para banco.

Fazer um crédito com valor residual pode ser dar muito jeito em determinadas situações, como por exemplo se pedir um empréstimo para construir ou comprar casa nova quando ainda está a pagar a antiga ou então quando precisa de investir em mobília e equipamento para a casa nova.

Guardar um valor residual para pagar no fim do empréstimo representa uma clara vantagem no imediato, mas é preciso ter em conta que, quando chegar a altura, vai ter de pagar um montante elevado de uma só vez. Isso implica que, até lá, consiga amealhar esse dinheiro. É bom termos expectativas otimistas em relação ao futuro, mas muitas pessoas não têm forma de saber ao certo como será o seu futuro financeiro daqui a 20 ou 30 anos.

Antes de tomar qualquer decisão, analise bem as suas contas atuais, olhe para as perspetivas de futuro com objetividade, faça simulações online e junto de vários bancos e fale com a família. E, juntos, tomem a melhor decisão.