Poupar

O que cinco famosos dizem sobre como gerir dinheiro

3 min

São cinco frases de cinco famosos que o blogue de finanças pessoais Wise Bread decidiu recuperar para mostrar que até na poupança pode haver um rasgo de inspiração.

1. “Money looks better in the bank than on your feet”, por Sophia Amoruso (“O dinheiro fica melhor no banco do que nos sapatos que tens calçados”) Sophia Amoruso foi considerada pelo New York Times como a “Cinderella da Tecnologia”. Aos 31 anos, a empreendedora lidera aquela que já foi listada como uma das empresas que cresce mais depressa, a Nasty Gal, uma loja online de moda vintage feminina que começou por ser uma página no eBay. Aos 22 anos, Sophia deixou os estudos e começou a vender roupa online, recorrendo sobretudo às redes sociais. De acordo com a Forbes, o sucesso foi tal que os “gostos” se tornaram em vendas e Sophia é hoje o ícone de uma revolução a nível de marketing: porque o sucesso do seu projeto se deveu quase inteiramente ao comportamento da marcas nas redes sociais. Com esta frase, marca uma posição: é possível seguir as tendências sem por em causa as poupanças. Para estar bem, não é preciso pôr em risco a estabilidade financeira.   2. “Don’ tell me what you value, show me your budget, and I’ll tell you what you value”, por Joe Biden (“Não me digas quanto vales, mostra-me o teu orçamento, e dir-te-ei quanto vales”) Este conselho vem diretamente da Casa Branca. O vice-presidente de Barack Obama deixa o alerta: poupar para construir um fundo de emergência que faça face a necessidades é importante, mas se o orçamento mensal demonstrar que a maior percentagem dos gastos está, por exemplo, no entretenimento, então é sinal de que é preciso ajustar prioridades. Joe Biden é membro do Partido Democrático e foi senador do estado de Delaware entre 1973 e 2009, ano em que se juntou a Barack Obama, na Casa Branca.3. “Saving requires us to not get things now so that we can get bigger ones later”, por Jean Chatzky (“Poupar obriga-nos a não ter as coisas agora para que possamos ter coisas melhores mais tarde”) Jean Chatzky é uma jornalista financeira norte-americana, editora no programa de televisão Today, da NBC. Na biografia que consta no seu blogue, escreve que só quando começou a entender o dinheiro percebeu o que estava a fazer de errado nas suas escolhas financeiras. E que só assim poderia corrigir o que estava errado (antes, Jean conta como ultrapassava muitas vezes o limite dos cartões de crédito e gastava acima do seu orçamento mensal). Autora de diversa obras sobre dinheiro e felicidade, não hesita em dizer que “quem quiser tomar as rédeas da sua vida, tem de tomar as rédeas do seu dinheiro”.4. “Beaware of little expense; a small leak will sink a great ship”, por Benjamin Franklin (“Tenha atenção às despesas pequenas, um pequeno vazamento pode afundar um grande navio”) Benjamin Frankin, um dos líderes da Revolução Americana e considerado um dos pais dos Estados Unidos, alertava, em pleno século XVIII, para o cuidado que devemos ter com os pequenos gastos. São muitas vezes estas quantias mais pequenas  que, ao não serem controladas, são responsáveis por grandes danos financeiros.5. “Stop buying things you don’t need to impress people you don’t even like”, por Suze Orman (“Pare de comprar coisas que não precisa para impressionar pessoas de quem nem sequer gosta”) A última frase é da guru de finanças pessoais, Suze Orman, e dirige-se ás pessoas que chegam a endividar-se para adquirir bens - casas, carros ou roupas - só para impressionar a comunidade onde vivem, as pessoas com quem trabalham ou o grupo de amigos. Considerada uma das 10 celebridades mais influentes pela Forbes, Suze já escreveu vários best-seller e foi distinguida duas vezes com um Emmy. É a especialista em finanças pessoais mais reconhecida dos EUA.