Impostos

Não tem senha do Portal das Finanças? Vai recebê-la.

1 min

Governo vai enviar as senhas do Portal das Finanças mesmo a quem não fez o pedido. Este ano é obrigatório o envio online da declaração de IRS.

No ano passado, cerca de 280 mil declarações foram entregues em papel. Entretanto, as regras mudaram e passou a ser obrigatória a entrega via electrónica da declaração de IRS. Para conseguir fazê-lo, precisa de uma senha de acesso ao Portal das Finanças.

Se, por acaso, ainda não tem a sua, fique descansado. O Governo vai enviar senhas por carta ou email a todos os contribuintes que, no ano passado, fizeram a entrega em papel. Isto é válido mesmo para quem não pediu a senha. Desta forma, ninguém ficará de fora. Isto significa que, quem ainda não tem senha, vai recebê-la em breve. A Autoridade Tributaria vai começar a notificar os contribuintes nos próximos dias.

Num universo de 5,6 milhões de declarações, a maioria está registada no Portal das Finanças. Ainda assim, para garantir que todos os contribuintes, sem exceção, têm a senha para aceder ao portal, será implementada uma outra medida, o aumento de 25% no plafond nas chamadas “senhas na hora”. Trata-se de um código de acesso ao portal que é entregue a quem já não tem tempo para esperar que este chegue através do correio. Normalmente, estas senhas são válidas durante apenas cinco dias e só podem ser entregues ao próprio utilizador. Mas, desta vez, poderá haver exceções. Por exemplo, a entrega da senha poderá feita a um filho cujos pais estejam acamados, mediante a confirmação da situação e a apresentação do documento de identificação. A prolongação destas senhas de última hora vai ficar disponível na última quinzena de maio. Nessa altura, os contribuintes serão alertados para a necessidade de tornar a senha definitiva.

A pensar naqueles que não têm acesso à internet, ou em quem precisa de ajuda, serão ainda disponibilizados postos de atendimento digital assistido nas repartições de Finanças.