COVID-19

Máscaras: quais e quando devemos usar?

3 min

A Direção-Geral da Saúde alterou a recomendação e sugere agora que todas as pessoas devem usar máscaras em espaços interiores fechados. Veja que máscara deve usar e em que circunstâncias.

Data de publicação 2020 M04 20

Quantos tipos de máscaras existem?

Segundo a informação divulgada pela Direção-Geral da Saúde (DGS), existem três tipos de máscaras:

  • Respiradores (Filtering Face Piece, FFP): são um equipamento de proteção individual destinado aos profissionais de saúde
  • Máscaras cirúrgicas: são um dispositivo que previne a transmissão de agentes infeciosos das pessoas que utilizam a máscara para as restantes;
  • Máscaras não-cirúrgicas, comunitárias ou de uso social: são dispositivos de diferentes materiais têxteis, não certificados, destinados à população geral, que podem ser feitos, inclusivamente, de forma caseira.

Quem deve usar máscara cirúrgica?

De acordo com as normas da DGS, devem usar máscara cirúrgica:

  • Doentes infetados com covid-19
  • Profissionais de saúde
  • Pessoas com sintomas respiratórios
  • Pessoas que entrem e circulem em instituições de saúde
  • Pessoas mais vulneráveis, nomeadamente idosos (com mais de 65 anos de idade)
  • Pessoas com doenças crónicas e estados de imunossupressão

Quando não for possível manter o distanciamento social, também é recomendada a utilização de máscara cirúrgica a:

  • Profissionais das forças de segurança, militares e bombeiros
  • Distribuidores de bens essenciais ao domicílio
  • Trabalhadores nas instituições de solidariedade social, lares e rede de cuidados continuados integrados
  • Agentes funerários 
  • Profissionais que façam atendimento ao público

Quem deve usar máscara não cirúrgica, comunitária ou de uso social?

Segundo as novas recomendações da DGS, devem ser utilizadas por toda a gente quando permanecerem em espaços interiores fechados com múltiplas pessoas (por exemplo, supermercados, farmácias, lojas ou estabelecimentos comerciais, transportes públicos, etc).

A utilização de máscara protege quem a usa?

Não. Como refere a DGS, “a utilização de máscaras pela população é um ato de altruísmo, já que quem a utiliza não fica mais protegido, contribuindo, isso sim, para a proteção das outras pessoas, quando utilizada como medida de proteção adicional”. Na prática, a a máscara funciona, apenas, para tapar a boca e o nariz de quem a usa, impedindo que as gotículas lançadas atinjam outras pessoas. Ou seja, é útil para impedir a propagação do vírus no caso de pessoas que já estejam infetadas (com ou sem sintomas).

A utilização de máscara dispensa outros cuidados?

Não. O uso de máscara é, apenas, uma medida adicional de proteção. É necessário continuar a manter regras como: 

É necessário ter algum cuidado especial com a máscara?

Sim. Para utilizar uma máscara é necessário seguir uma série de regras de segurança como: lavar as mãos antes de colocá-la, tapar a boca e o nariz sem deixar qualquer espaço entre a cara e a máscara, não tocar na máscara enquanto a usa, deitar a máscara fora assim que estiver húmida e, ao retirá-la, pegar pela parte de trás, deitá-la, de imediato, no lixo fechado e lavar as mãos. Quando estas recomendações não são seguidas, a máscara pode estar mal colocada ou devido ao contacto das mãos com a cara, aumentar o risco de infeção. 

Porque é que a maioria das pessoas não deve usar máscara cirúrgica?

As máscaras cirúrgicas devem ficar reservadas para quem realmente precisa delas: doentes e profissionais de saúde. Se toda a gente quiser comprar máscaras cirúrgicas, a procura vai ser superior à oferta e existe o risco de quem está mais exposto ficar sem um elemento de proteção fundamental. 

Como é possível ter uma máscara comunitária ou de uso social?

Há cada vez mais fábricas e empresas a produzi-las. Se não quiser comprar, também pode optar por fazer a sua própria máscara. Veja neste artigo do Observador como pode fazer. 

A OMS disponibiliza informação sobre como deve colocar, retirar ou quando deitar a máscara fora. Consulte também o site lançado recentemente pelo Governo e dedicado apenas ao tema do covid-19.

Recibos Verdes e Trabalhadores Independentes

Para saber como funcionam os recibos verdes, quais as suas novas regras, ou todas as características de um regime de trabalhador independente, consulte os artigos desta página.

Está a trabalhar a recibos verdes? Conheça os seus direitos

Impostos

Está a trabalhar a recibos verdes? Conheça os seus direitos

2 min
Vantagens e desvantagens do regime simplificado e contabilidade organizada

Impostos

Vantagens e desvantagens do regime simplificado e contabilidade organizada

2 min
O IVA nos recibos verdes

Impostos

O IVA nos recibos verdes

2 min
Segurança Social de Trabalhadores Independentes: contribuições e isenções

Impostos

Segurança Social de Trabalhadores Independentes: contribuições e isenções

1 min
Trabalhador a recibos verdes: como conseguir crédito?

Crédito

Trabalhador a recibos verdes: como conseguir crédito?

1 min