Direitos e Deveres

Incêndio na estrada: o que fazer?

2 min

Saiba quais são as atitudes adequadas se for apanhado por um incêndio enquanto conduz.

Um incêndio é quase sempre gerador de medo ou susto. E se estiver na estrada e for surpreendido por um incêndio florestal, como deve reagir?

  1. Não há certezas absolutas

Os especialistas alertam que não há certezas absolutas sobre que comportamento ter em caso de incêndio na estrada, porque cada caso é um caso. Os comportamentos podem mudar de acordo com o local em causa, com o tipo de incêndio, com as condições climatéricas, com o facto de haver ou não autoridades no local. Mas há informação e conselhos que todos podemos e devemos ter, porque podem ser muito úteis.

  1. Dois números de emergência

112 – Número nacional de emergência

117 -  Número para apoio à floresta

  1. Manter a calma

Aconteça o que acontecer, manter a calma possível, é uma das regras fundamentais em situações de perigo iminente.

  1. Portas e janelas fechadas

Enquanto se mantiver no carro, as portas e janelas devem estar fechadas, tal como em caso de incêndio nas redondezas de casas. 

  1. Um local seguro

Numa situação deste tipo, os especialistas aconselham que olhe ao seu redor desde o primeiro momento e tente perceber se há algum abrigo ou refúgio seguro por perto, ou ainda uma zona a descoberto que possa garantir-lhe maior proteção. Se, e quando, tiver de abandonar o carro – numa situação em que o fogo não se resolva ou que avance sobre a via - é para lá que deve correr, cobrindo a boca e o nariz com um pano para evitar intoxicação por inalação de fumos.

  1. O que não deve fazer

Os especialistas alertam que não se deve abandonar o carro e desatar a correr sem destino ou a conduzir por entre as chamas ou o fumo denso. Quaisquer destas situações são desaconselhadas e não garantem a proteção das pessoas em caso de incêndio na estrada.

  1. Seguir todas as ordens das autoridades

Em qualquer caso, o ideal é sempre esperar que cheguem ao local as autoridades competentes e de socorro, como os bombeiros ou a GNR, e depois seguir todas as instruções dadas no local. A GNR alerta para o facto que é "Importante respeitar e seguir as instruções da GNR e nunca adoptar comportamentos de risco, como inverter o sentido de marcha nas autoestradas. As situações de emergência ocorrem inesperadamente, como a aproximação do fogo ou a perda de visibilidade devido ao fumo. Nessas situações, os condutores devem manter a calma, accionar as luzes de perigo e imobilizar os veículos a uma distância segura da fonte de perigo." Quando confrontados com incêndios na auto-estrada,"os automobilistas devem encostar-se à berma, ou o mais à direita possível, e deixar a via da esquerda livre para que os meios de socorro possam circular. E esperar que chegue as equipas de socorro.”

Conheça outras medidas de prevenção em caso de incêndio e não se esqueça de zelar pelo bem-estar do seu animal