Trabalho e carreira

10 ideias para trabalhos de Verão para jovens

6 min

Muitos jovens aproveitam as férias de verão para ganhar algum dinheiro. A opção, além de aumentar o sentido de responsabilidade, pode ser uma boa forma de enriquecer o currículo e ganhar experiência.

São mais de dois meses de descanso sem obrigações de aulas e estudo. O tempo das férias escolares de Verão pode ser a oportunidade ideal para os jovens começarem a ganhar algum dinheiro, aumentarem a experiência ou até a construir um bom currículo profissional. Neste campo, o Verão torna-se o parceiro ideal para a primeira experiência laboral e pode ajudar a criar bons hábitos de trabalho. Tome nota de algumas das atividades disponíveis para trabalhar durante os meses mais quentes do Verão.

 

1. Ocupe os tempos livres dos outros

Campos e colónias de férias, ATLs (Atividades de Tempos Livres) e OTLs (Ocupação de Tempos Livres), podem ser uma boa opção para quem quer trabalhar nas férias de verão. São trabalhos sazonais, que exigem muita responsabilidade, mas permitem adquirir competências de trabalho e liderança de equipas. As câmaras municipais e as juntas de freguesia são locais onde pode encontrar ofertas deste tipo, já que coordenam um vasto programa de empregos de Verão para jovens. Na região de Lisboa, a câmara municipal promove o Praia Campo, um programa de ocupação de tempos livres para crianças entre os 6 e os 12 anos. O município costuma contratar cerca de 900 monitores e coordenadores de atividades.

 

2. Aproveite as férias para trabalhar por conta própria

É uma boa opção para quem não quer responder a um chefe e prefere passar o Verão sem dar satisfações das horas a que trabalha. Uma opção para trabalhar por conta própria é criar o próprio "negócio" de babysitting, por exemplo. Começar não custa mais do que mandar uma série de emails para a lista de contactos: certamente, algum dos seus amigos tem filhos ou conhece alguém que os terá. É o ponto de partida para começar a ficar com os miúdos. Depois, é-lhe pedido que seja profissional: pontual, responsável, paciente. O resto depende do preço que estabelecer: investigue a média de mercado e prefira um preço ligeiramente mais baixo. Não se esqueça que lhe falta experiência!

 

3. Explore as suas qualidades

Pense bem: com certeza terá uma característica artística ou culinária que possa servir-lhe de vantagem competitiva em matéria de trabalho. Cozinha bem? Ofereça-se para cozinhar e entregar os petiscos em casa dos clientes. Sabe cantar? Pergunte nos bares que conhece se não precisam de nenhum músico. Pinta? Disponibilize-se para animar as festas dos miúdos com as famosas pinturas na cara que fazem sempre sucesso entre pequenos e graúdos. A verdade é que, por mais que a situação laboral esteja complicada, o primeiro passo para encontrar trabalho é começar a pensar quais podem ser as suas vantagens competitivas no mercado.

 

4. Candidate-se a estágios de Verão

Se está no último ano ou acaba de terminar algum grau de ensino superior (licenciatura, pós-graduação ou mestrado), o Verão é a altura ideal para testar o seu conhecimento e pôr em prática aquilo que tem aprendido ao longo dos anos na Universidade. A Fundação da Juventude disponibiliza os estágios PEJENE, com a duração mínima de dois meses e máxima de três e que decorrem entre julho e setembro. Os colocados têm direito a subsídio de alimentação e transporte, além de seguro de acidentes pessoais.

Os bancos nacionais também apostam nos estudantes do ensino superior durante o Verão. A Caixa Geral de Depósitos tem um programa de estágios Academia de Verão para estudantes universitários que frequentem o penúltimo ou último ano da licenciatura ou o último ano de mestrado de cursos como economia, gestão, marketing, finanças e contabilidade. O estágio dura um mês e meio e é feito no departamento comercial de qualquer balcão em todo o país. À semelhança da CGD existem o programa de estágios de Verão do Millenium BCP e o NBup, do Novo Banco.

 

5. Aproveite as férias para trabalhar e conhecer o estrangeiro

Os programas de “au pair” - para tomar conta de crianças no estrangeiro - podem ser outra boa opção, sobretudo para jovens que querem juntar a possibilidade de trabalhar à oportunidade de viajar e aprender outras línguas. Apesar de normalmente ter um horário de trabalho alargado, terá sempre a oportunidade de conhecer melhor o sítio onde vai estar e até passar nos locais mais emblemáticos do país para onde vai mudar-se. Tente informar-se ao máximo sobre a família de acolhimento, os seus hábitos e as suas preferências. Pode procurar oportunidades no site www.portugalaupair.com ou até oferecer os seus serviços www.aupair.com/pt.

 

6. Experimente a agricultura

Apanhar pêras no Oeste, morangos na Holanda ou uvas numa vindima em França. Há um mundo de oportunidades para trabalhar nas férias escolares, para quem não tem medo de sujar as mãos nem preguiça de uma jornada de trabalho alargada. A opção de trabalhar na agricultura é tudo menos monótona e, apesar de ser um trabalho fisicamente duro, apresenta um salário acima da média, quando comparado com outros na área dos serviços e da restauração, por exemplo. Normalmente, é pago ao dia.

 

7. Escolha os clássicos trabalhos sazonais na restauração

Verão é época de praia, de calor e de turismo. Os setores da hotelaria e restauração são dois dos que mais crescem nesta época, aproveitando o fluxo de turistas que visitam Portugal nesta altura do ano. Por isso, é natural que a procura de trabalhadores aumente e que, mesmo que não tenha muita experiência, consiga um lugar para si em sites de recrutamento generalistas como o www.net-empregos.pt e o www.bonsempregos.com. São setores tradicionalmente mais rotativos no que diz respeito aos trabalhadores e, por isso, é natural que a maioria das pessoas abandone o trabalho logo a seguir ao Verão.

 

8. Use a sua capacidade persuasiva para as vendas

O Verão é também época em que as marcas aproveitam para dar a conhecer os seus produtos. Nos festivais de música, por exemplo, os promotores são uma das partes fundamentais da engrenagem, assim como nos supermercados e até na praia há promotores a oferecer brindes. O horário de trabalho funciona muitas vezes por turnos e ocupa apenas alguns dias da semana. Assim, sempre pode aproveitar para descansar nos tempos livres. Visite o site www.hospedeiras-portugal.pt estão sempre à procura de pessoas para trabalhar.

 

9. Aproveite e vá à praia salvar vidas

É um trabalho com enorme responsabilidade e exige uma boa condição física e aprovação para o curso de nadador-salvador. No entanto, ser salva-vidas pode ser, além de uma maneira de ocupar o tempo e ganhar dinheiro nas férias, uma forma de ter um papel mais importante na sociedade. Mais informações sobre cursos de nadador-salvador no site do Instituto de Socorros a Náufragos.

 

10. Bata palmas e sorria

É uma alternativa para quem não quer passar o Verão inteiro sem nada para fazer, mas não se anima com nenhuma das opções anteriores. Fazer figuração em anúncios, programas de televisão e telenovelas é uma das atividades mais desejadas pelos jovens durante os meses mais quentes do ano. O trabalho é esporádico e serve para ganhar um rendimento extra para não desperdiçar os meses sem aulas. Pode inscrever-se em Star Factory Agency.

Pense no seu emprego de Verão, não só como uma maneira de ganhar algum dinheiro para as férias, mas também como uma forma de melhorar o seu currículo e a sua experiência profissional: pode ser esta a sua mais-valia face à concorrência em entrevistas de trabalho.