Investimentos

Dia das Bruxas: Torne a sua casa verdadeiramente assustadora

9 min

Quer entreter os miúdos neste Dia das Bruxas? Veja neste artigo como decorar a sua casa para o Halloween.

Data de publicação 2021 M10 20

O Halloween está a chegar e, provavelmente, já está a pensar em formas de entreter os miúdos e toda a família, que bem merece. E a verdade é que não há nada que a imaginação não resolva para se conseguir uma decoração de Halloween assustadora. O Contas Connosco recolheu sugestões que estão a ser postas em prática um pouco por todo o mundo para criar diversão nesta altura do Dia das Bruxas.

Sabia que o Halloween britânico não tinha a nada a ver com bruxas? Como 1 de novembro é o Dia de Todos os Santos, a noite anterior era a ‘Véspera de Todos os Santos’, ‘All Hallows Eve’, que evoluiu para Halloween

Promova os reencontros

É natural que as crianças queiram estar com os amigos, e o mesmo para os adultos. Se ainda não houve oportunidade para muitos reencontros de família e amigos próximos, o Dia das Bruxas é uma boa altura para organizar uma pequena festa. E já que o dia 31 de outubro calha a um domingo - e depois segunda-feira é feriado, Dia de Todos os Santos - aproveite para fazer um dia temático e decorar a casa para Halloween. Convide alguns colegas e amigos dos seus filhos para uma manhã ou tarde de ‘terríveis’ brincadeiras, e estenda as celebrações para a noite, com um jantar ‘assustadoramente’ bom.

Aposte numa decoração alusiva ao Halloween com abóboras, cartolinas, velas dentro de frascos, fantasmas e teias de aranha, esqueletos e entre outros. Prepare também um menu inspirado para as crianças (e para os adultos, obviamente), crie jogos temáticos ou programe um filme de terror (adequado à idade deles, claro).

Se está preocupado com as despesas da festa, é bom lembrar que muitas coisas podem ser feitas em casa, basta ir comprar os ingredientes, guloseimas e alguns adereços e material de trabalhos manuais. E não se esqueça de uma opção que se adequa perfeitamente a estas alturas: uma linha de crédito. Com uma linha de crédito pode preparar-se melhor para aquelas despesas extra - esperadas ou inesperadas -, para as quais muitas vezes não consegue definir um valor concreto, porque não sabe exatamente do que vai necessitar. No caso da Cofidis, a linha de crédito pode ir de 500 a 4.750 euros. Após escolhido o montante, esse valor é creditado na sua conta e vai pagando em mensalidades tão baixas como 13,5 euros para crédito de 500€ e prazo de 50 meses com TAEG 15,6%.

Faça da decoração de Halloween uma atividade para todos

Com algum jeito e criatividade, poderá decorar a sua casa sem gastar muito dinheiro, caprichando noutras vertentes da festa, como as guloseimas para oferecer aos miúdos. Idealmente, envolva as crianças e restante família nas atividades de preparação, vão adorar. Algumas ideias:

  • Faça morcegos, e não só, de cartolina ou papel. Descarregue o ficheiro no final deste artigo, imprima e utilize as nossas sugestões de moldes de morcegos, bruxas, fantasmas e muito mais para decorar. Copie para folhas de papel, cartolina, cartão, plástico ou mesmo tecido. Depois é só recortar e aplicar nas paredes lá de casa.
  • Balões ou fantasmas? Pode comprar um conjunto de balões brancos, cor de laranja, pretos ou roxos. Encha-os e pinte uns olhos e uma boca de fantasma com uma caneta de feltro preta.
  • Crie teias de aranha. Há muita gente que detesta aranhas e foge delas a sete pés. Arranje linha preta, coloque-a sobre uma cartolina branca e, com a ajuda de agrafos, construa uma teia. Mais uma vez, pode pesquisar na Internet para perceber como fazer o desenho. Também pode transformar pratos em aranhas. Se encontrar pratos escuros de papel, basta colar umas patas da mesma cor e desenhar uns olhos, para entreter os miúdos.
  • Não pode faltar uma abóbora. Arranje uma grande abóbora ou várias, para fazer lanternas de Halloween. Basta criar uma ‘tampa’ em cima para retirar a polpa e as sementes e já consegue cortar uma boca e uns olhos assustadores. Depois é só colocar uma vela pequena no interior. Não há como ficar mal e todo o interior dá para usar na culinária. Portanto, nada se desperdiça.
  • Se tiver um jardim, terraço ou varanda, consegue pregar uns bons sustos à distância. Um espantalho, um lençol-fantasma em cima de um escadote ou pendurado num ramo de árvore, ou mesmo um esqueleto ou braço/perna a ‘espreitar’ debaixo de um arbusto vão de certeza levar alguns vizinhos a olhar com mais atenção.

Prepare petiscos de fugir e gritar por mais

É muito fácil transformar snacks ou refeições do dia-a-dia em pratos do Dia das Bruxas, daqueles que não sabemos se vão ser bons, mas queremos mesmo provar. Deixamos 5 sugestões:

  • Esparguete com olhos. Quem não gosta de umas boas almôndegas com esparguete? Para as tornar mais apetitosas no Halloween, pode colocar um círculo de queijo e metade de uma azeitona preta em cima de cada uma para parecerem olhos.
  • Folhados múmia. Os folhados de salsicha são um clássico internacional de festas e o Dia das Bruxas não é exceção. Basta cortar a massa folhada em tiras finas para enrolar à salsicha como ligaduras. Para os olhos é só colocar dois ‘pingos’ de mostarda e já estão.
  • Pizza fantasma. Para os que apostam nas pizzas caseiras, é muito fácil adaptar ao espírito desta época. Em vez de mozzarella ralado, pode recortar fantasmas a partir de fatias de queijo, que vão manter a forma depois de saírem do forno. E com alguma dedicação não é difícil transformar azeitonas em aranhas ou outros insetos para espalhar na pizza.
  • Bolachas travessura. Faça umas deliciosas bolachas caseiras em forma de ossos, mãos, caveiras ou morcegos. Também pode colocar um ingrediente surpresa, como picante, numa parte do lote, para surpreender os convidados adultos.
  • Sangria sangrenta. A sangria é uma bebida ideal para as festas. Pode ser feita com ou sem álcool e colocada num recipiente grande em que cada um se vai servir facilmente. No Halloween, substitua os cubos de fruta (ou uma parte deles, para não ser demasiado doce) por gomas de minhocas, olhos, dedos, pés e outras guloseimas assustadoras.

Não se esqueça da máscara

Arranjar uma máscara acaba por ser o mais simples quando está a decorar a casa para o Halloween  - a não ser que tenha uma coisa específica em mente. Comece por procurar roupa antiga ou que já não use nos roupeiros de casa. Se escolher o disfarce de bruxa, basta uma roupa preta; se for de fantasma, aproveite um lençol velho. Para um disfarce de zombie, qualquer peça meio rasgada serve.

A maquilhagem acaba por ser tão importante como o resto e pode representar o sucesso de todo o fato, especialmente quando aquele corte ou cicatriz parecem mesmo reais. E não se esqueça dos miúdos, que adoram as máscaras e a decoração de Halloween assustadora.

Se tem um plano para as festas e está a ver o orçamento a apertar-se entre a decoração, a comida, as máscaras e as guloseimas extra para oferecer às crianças, pondere uma linha de crédito, para garantir que todas as vertentes estão cobertas, todas as pessoas - miúdos e graúdos - ficam satisfeitos com o Dia das Bruxas. Além disso, uma linha de crédito como a da Cofidis pode ser usada ao longo do tempo. Do Halloween ao Natal e Fim de Ano é um pulinho, pelo que a linha de crédito pode continuar a dar jeito, mesmo o valor que entretanto já tenha sido amortizado.

Improvise jogos e brincadeiras com os miúdos

Da mesma forma que ‘existe’ o Pai Natal ou o Coelho da Páscoa, experimente criar um personagem mais ou menos assustador para aparecer, de forma inesperada, em sua casa. Pode ser, por exemplo, a ‘Abóbora Assombrada’ ou o ‘Fantasma do Halloween’. Dê asas à sua imaginação. Outra brincadeira poderá passar pela ‘Boneca Assustadora’: arranje uma boneca (ou faça uma com restos de materiais e roupa) e, todos os dias, alguém da família fica responsável por deixá-la num local diferente da casa, de forma a apanhar de surpresa - e assustar! - os restantes elementos. Pode também fazer uma caça ao tesouro com temas específicos do Dia das Bruxas. Pesquise na internet algumas curiosidades e faça com que as crianças respondam às perguntas e consigam novas pistas para chegarem ao pote cheio de guloseimas.

Trick or Treat ou Grab and Go?

Um clássico do Halloween é o ‘Trick or Treat’, doce ou travessura, quando os miúdos andam pela rua a bater às portas, para pedir doces ou pregar partidas caso não os recebam. Em Portugal isso acontecia no dia 1 de novembro - só a parte dos doces - e era conhecido como o ‘Pão por Deus’. Nalgumas zonas afastadas dos grandes centros essas tradições ainda permanecem, mas nas cidades - onde as pessoas se conhecem menos - acabaram por cair em desuso. Já o Trick or Treat americano começa a entrar em força e já há bairros ou prédios em que as crianças vão tocar à campainha dos vizinhos.

Para a sua festa de Halloween, não podem faltar guloseimas para os miúdos que vierem, quanto maior a quantidade e a variedade melhor. E não se esqueça de que algumas crianças da zona podem vir bater à porta, especialmente se as decorações de Halloween estiverem visíveis. Mais vale prevenir e ter doces extra, não vá o diabo tecê-las, e pregarem-lhe partidas.

Como os cuidados com a Covid-19 devem continuar, pode preparar alguns sacos com misturas de doces, um para cada criança, e assim não há mãos e braços enfiados no saco ou na taça das gomas e dos rebuçados. Nos Estados Unidos esse método de deixar sacos de doces numa mesa logo à entrada até já tem um nome e caminha para ser uma tradição por si só: Grab and Go, qualquer coisa como ‘pega e vai-te embora’.

É fácil chegar a um valor mais alto do que esperávamos para garantir uma festa de Halloween inesquecível, mas a verdade é que, do fim das férias de verão - com o regresso ao trabalho, à escola e aos dias mais cinzentos e chuvosos - até ao Natal, o Halloween é a primeiro (e único, na verdade) momento para miúdos e adultos descomprimirem. Contratar uma linha de crédito é uma solução simples que permite garantir uma festa de Dia das Bruxas que será recordada por muitos e bons anos. Na Cofidis a adesão é 100% digital e não há comissão de abertura ou amortização antecipada. Mas há, por outro lado, a possibilidade de reutilizar o valor pago sem assinar um novo contrato, ou de alterar a mensalidade para se adaptar a mudanças que surjam no orçamento familiar.

E não se esqueça. Ao fazer as suas compras para criar uma decoração de Halloween assustadora ou ter um menu à altura dos ‘monstros’ que vai convidar, dê preferência a produtos portugueses e ao comércio local da sua zona.