Poupar

Descubra o que devia ter aprendido com os seus pais

2 min

Diariamente surgem dilemas para os quais não temos resposta e situações com as quais não sabemos lidar. Se tivéssemos aprendido em criança nada disto acontecia.

Nem tudo o que os nossos pais nos ensinaram em criança parece ter utilidade. Em contrapartida, quando atingimos a idade adulta questionamo-nos como devemos agir quando nos deparamos com alguma situação mais complicada e a desejar que nos tivessem preparado para aquele momento.

Aqui fica uma lista de coisas que, no geral, todos desejam que os pais lhes tivessem ensinado.

Como viver em pleno as férias

Quando se vai de férias, devemos ser práticos e descontraídos. O ideal é colocar na mala só o essencial e o que apenas precisamos, em vez de optar por levar a casa atrás. Se os seus pais nunca lhe incutiram isso, está na altura de mudar.

Estar familiarizado com marcas brancas e genéricos

Se os nossos pais sempre compraram produtos de marca, vai ser difícil habituar-nos à ideia de que os genéricos e as marcas brancas são de boa qualidade. Mas esta é a realidade e com a mais-valia de terem um preço bastante menor.

Comprar móveis e utensílios multifuncionais

Quando crescemos num espaço amplo e depois vamos para uma casa mais pequena, não temos a noção da importância de quanto facilita o nosso dia-a-dia ter um sofá que também pode ser cama ou um banco que também serve para arrumações.

Saber aproveitar cupões de descontos

Se podemos ir ao supermercado e utilizar os cupões de desconto, porque não os usar? Há alimentos de qualidade e boas marcas que podemos adquirir por metade do preço. Desta forma, aproveitamos as oportunidades sem abdicar daquilo de que gostamos.

Saber distinguir o que precisamos daquilo que queremos  

É importante aprender desde criança que não se deve comprar por impulso. Comprar com contenção é das coisas mais importantes que os nossos pais nos devem ensinar. Só assim podemos parar para pensar e comprar apenas os bens e os serviços de que precisamos.  

Não viver acima das nossas possibilidades

Gastar mais do que o dinheiro que se ganha é um mau princípio. É crucial saber gerir bem o dinheiro. Um cartão de crédito é útil para algumas ocasiões, mas não deve ser utilizado indiscriminadamente. E é importante ter essa consciência desde criança.

Aprender alguns ofícios

Ter habilidade para arranjar um problema elétrico em casa, uma falha mecânica no carro, apertar um parafuso ou saber cuidar de um jardim, pode ser útil e ajudá-lo a poupar dinheiro. Mas tudo isto leva o tempo a aprender. Se nunca o fez, terá que se deslocar à oficina e pagar a um eletricista, o que lhe poderá sair caro.  

Saber comparar lojas e preços

A era da globalização e do consumismo faz-nos muitas vezes comprar na primeira loja onde entramos. São muitas as marcas e as opções, por isso, perceber qual a loja que tem a melhor relação entre qualidade e preço, é determinante. Se nunca ganhou esse hábito, a tendência é a de ir onde sempre foi, mesmo que a loja seja a mais cara.