Dinheiro

Conheça todos os meios para pagar portagens

3 min

O pagamento da circulação nas autoestradas nacionais com portagem tem de ser feito por via exclusivamente eletrónica. Saiba quais são as formas que tem ao seu dispor para o fazer.

1. Dispositivo Via Verde

A adesão ao dispositivo eletrónico de matrícula (DEM) Via Verde implica que o pagamento das portagens seja feito através de débito na conta bancária. Este identificador tem de estar associado a um cartão de débito. Este meio de pagamento, além da sua comodidade permite-lhe também usufruir de isenções e descontos, caso o concelho de registo da viatura seja abrangido por este regime.

2. Dispositivo Pré-Pago Via Verde (disponível nos CTT)

Com este dispositivo eletrónico de matrícula (DEM) a liquidação do valor das portagens será feito através de pré-pagamento. Pode realizar a adesão nos CTT, mas o dispositivo é disponibilizado pela Via Verde e implica a identificação do titular. Nesta modalidade de pagamento o identificador é pré-carregado e o saldo é gasto a cada viagem. Esta forma de pagamento também permite o acesso a isenções e descontos.

3. Dispositivo Pré-Pago Anónimo (disponível nos CTT)

Esta forma de pagamento funciona através de um dispositivo temporário (DT) disponível nas lojas dos CTT. Nesta modalidade, o pré-carregamento é válido por 90 dias, com renovação automática a cada novo carregamento mínimo. Esta forma anónima de pagamento não dá direito a isenções e descontos.

4. Pós-pagamento (sem dispositivo)

Nesta modalidade o pagamento é realizado depois da passagem na portagem eletrónica, onde o veículo é identificado através do recurso à imagem da matrícula do veículo. Após a viagem, o valor em dívida está a pagamento 48 horas depois da passagem (e dispõe de cinco dias úteis para o fazer).

O pagamento pode ser feito presencialmente nos CTT ou num agente Payshop. Esta forma implica o pagamento de um custo administrativo no valor de 26 cêntimos, acrescido do IVA, até ao limite máximo de dois euros e 8 26 cêntimos, mais IVA, por ato de cobrança.

Pode também efetuar o pós-pagamento através de multibanco, mas esta modalidade está apenas disponível para clientes de matrícula nacional. Pode efetuar o pagamento solicitando uma referência multibanco online, ou através do envio de um SMS para o número 68881 com o texto «CTTMBespaçoMatrículaespaçoNIF» (por exemplo:«CTTMB AA-00-00 123456789»). Esta modalidade implica também um custo administrativo no valor de 26 cêntimos, mais IVA, até ao limite máximo de 2,08 cêntimos, mais IVA, por ato de cobrança. O envio do SMS tem um custo de 30 cêntimos.

Nas modalidades de pós-pagamento não são atribuídas isenções e descontos.

5. Matrículas estrangeiras

Se tiver um carro de matrícula estrangeira poderá utilizar os seguintes modos de pagamento

Toll Card, é um cartão de pré-carregamento de valor definido para pagamento de portagens

Pré-pago Virtual  é um sistema de pré-pagamento, com base no número de matrícula, não existindo dispositivo físico associado.

Trajeto pré-definido que tem por finalidade assegurar uma solução para estrangeiros que pretendam utilizar trajetos específicos entre os disponibilizados.

Pré-pago com dispositivo temporário  é um sistema de pré-pagamento em que o proprietário ou utilizador do veículo que adquire um dispositivo temporário e procede a pré-carregamentos para pagamento de portagens, de forma anónima. O utente terá de entregar uma caução para o dispositivo. A caução do dispositivo será devolvida, deduzida do valor do aluguer (calculado em semanas), se o cliente devolver o equipamento em boas condições acompanhado do talão de caução nos 30 dias subsequentes ao seu levantamento.