Impostos

Confirme as despesas no Portal das Finanças até 15 de março

1 min

Saiba o que fazer e como reclamar, se detetou agora despesas que não estão corretas no e-fatura.

A informação é dada pela própria Autoridade Tributária neste documento  que é uma espécie de Guia para o IRS de 2017.

Até 15 de março, pode verificar quais são as despesas que as Finanças consideraram como dedutíveis à coleta do seu IRS, no Portal das Finanças. Vai encontrar as despesas que entraram via e-fatura, mas também aquelas que são comunicadas anualmente, como os recibo de renda electrónicos, a declaração anual de rendas, a comunicação dos juros de empréstimos contraídos para a aquisição de habitação própria (só empréstimos contratados até 31 de Dezembro de 2011), taxas moderadoras, seguros de saúde, propinas pagas a estabelecimentos públicos de ensino, ou encargos com lares.

Para consultar as despesas entre no Portal das Finanças, selecione Serviços Tributários > Serviços > IRS > Consultar Despesas p/ Deduções à Coleta. Vá com tempo, para passar tudo a pente fino, isto é, verificar tudo por titular, por setor e o valor que vai deduzir.

Nesta fase a informação que vai encontrar diz respeito apenas a si próprio, ou seja, ainda não tem em conta a composição do agregado familiar.

E o que fazer se o valor das despesas não coincidir? Caso detete algum erro, como despesas mal introduzidas ou omissas, ou se os cálculos relativos aos gastos gerais e familiares e ao IVA pela exigência de fatura não baterem certo, pode apresentar uma reclamação até 15 de março.

Caso detete falhas em despesas de saúde, educação e encargos com imóveis e lares, pode declarar os montantes corretos no quadro 6C do anexo H da declaração de IRS. As Finanças facultam o pré-preenchimento deste quadro, por isso, o que tem a fazer é apenas alterar as despesas que consideram não estar corretas. Mas esteja preparado para, mais tarde, poder comprovar essas despesas, se for chamado a fazê-lo.