Investimentos

Como realizar um projeto com ajuda do "crowdfunding"

3 min

Se tem um projeto que gostaria de realizar, mas não dispõe de recursos financeiros, uma das formas de o financiar é a de recorrer a uma plataforma de crowdfunding. Saiba com funciona.

crowdfu​nding é uma forma de obter financimento recorrendo a donativos de pessoas que acreditam no sucesso do seu projeto. Pode consultar na Forbes mais informação sobre 10 destas plataformas. Fique com sete dicas sobre como criar e promover um projeto para alcançar o seu financiamento. 

1. Defina objetivos realistas. Antes de iniciar o pedido de donativos, estabeleça um valor adequado e que seja possível de atingir. Pesquise nas várias palataformas de crowdfunding os valores solicitados para projetos semelhantes, a reação do público aos pedidos de financiamento e avalie o perfil das pessoas que contribuíram.

2. Apele à sua rede social. Cerca de 30% a 40% do financiamento recolhido através do crowdfunding tem origem nos familiares e amigos. Parece pouco profissional pedir ajuda ao círculo mais íntimo, mas a contribuição de família e amigos é importante porque passa uma mensagem de confiança no projeto. Divulge-o também pela sua rede mais extensa de conhecimentos – através das redes sociais, por exemplo - e também por associações ou grupos que possam estar interessados na sua ideia. Quantas mais pessoas conhecerem a sua ideia, maior é a probalidade de esta vir a ser financiada.

3. Faça uma apresentação atrativa. Pense numa história inspiradora para ajudar a explicar a ideia, mas seja honesto e claro. É importante explicar com o máximo de detalhe possível o projeto e dizer por que precisa de financiamento, mas não precisa de ser exustivo. É importante diferenciar-se de projetos semelhantes e explicar por que motivo o seu deve ser apoiado e não outro qualquer. Comunique de forma simples e sucinta, mas criativa, com o objetivo de captar a atenção dos possíveis investidores – uma boa forma de o fazer é através de um vídeo breve. 

4. A palavra de ordem é promoção, promoção, promoção. Aproveite todas as oportunidades para divulgar o seu projeto. Depois de criar a página de crowdfunding e de receber os primeiros donativos, não “fique à espera” de atingir o valor definido. É importante mostrar-se empenhado no projeto e continuar a divulgá-lo. Dê a conhecer o projeto sempre que for oportuno e apele aos seus amigos e familiares que ajudem na promoção e divulgação. Apele a quem já contribuiu que passe-a-palavra.

5. Pense em oferecer uma recompensa. Pense em “premiar” de alguma forma quem o ajuda a financiar a ideia. Oferecer uma contrapartida pelo apoio recebido, por mais simbólica que seja, passa a ideia de que agradece o esforço a quem investiu. Por exemplo, se está a tentar financiar a fabricação de um produto, ofereça vales-oferta para a aquisição futura. Se está a tentar realizar um filme, inclua o nome de todos os financiadores no genérico.

6. Envolva os financiadores no processo. Trate as pessoas como parte integrante de todo o processo e mantenha-as atualizadas acerca dos progressos. A valorização constante do contributo dos doadores – independentemente do valor doado – faz com que as pessoas matenham o interesse no projeto e possam continuar a divulgá-lo, o que o ajuda a atingir o objetivo. 

7. Não se esqueça de agradecer. O modelo de financiamento do crowdfunding implica que se não conseguir atingir o montante definido à partida, os doadores recebem o donativo de volta. É importante agradecer o empenho de quem investiu na ideia, mesmo que o objetivo não tenha sido atingido. Até porque pode voltar a tentar novamente a sua sorte recorrendo ao mesmo modelo. Se não agradeceu a quem investiu em si na primeira vez, é pouco provável que voltem a fazê-lo.

Consulte na Forbes dez plataformas que podem ajudar na captação de financiamento para o seu projeto.

Direitos do Trabalhador

Entrou num novo emprego e não sabe quando vai ter direito a férias? Ou talvez esteja a passar por um processo de despedimento e desconheça os seus direitos. É importante manter-se informado e conhecer os seus direitos e deveres.

Faltas por falecimento de familiar: quantas pode dar no trabalho?

Direitos e Deveres

Faltas por falecimento de familiar: quantas pode dar no trabalho?

2 min
Despedi-me, tenho direito a subsídio de desemprego?

Trabalho e carreira

Despedi-me, tenho direito a subsídio de desemprego?

2 min
O que sabe sobre horas extraordinárias?

Trabalho e carreira

O que sabe sobre horas extraordinárias?

2 min
Faltar ao trabalho para prestar assistência ao filho? Temos solução!

Direitos e Deveres

Faltar ao trabalho para prestar assistência ao filho? Temos solução!

2 min
Consulta médica no horário de trabalho: 5 coisas que tem de saber

Direitos e Deveres

Consulta médica no horário de trabalho: 5 coisas que tem de saber

2 min
Tudo o que precisa de saber sobre baixas médicas

Trabalho e carreira

Tudo o que precisa de saber sobre baixas médicas

6 min
Devo inscrever e pagar a Segurança Social da Empregada Doméstica?

Direitos e Deveres

Devo inscrever e pagar a Segurança Social da Empregada Doméstica?

4 min