Poupar

Como preparar a época de Natal sem stress

3 min

Quer evitar o stress da época de Natal? Conheça alguns truques para ter umas festas tranquilas e económicas.

O Natal é uma época festiva por excelência e um tempo de comemoração entre amigos e família. Mas as reuniões e os momentos de convívio podem também ser sinal de algum stress. O melhor, para evitar correrias, é planear e preparar com antecedência para que tudo corra sobre rodas. Fique com algumas dicas de planeamento que o podem ajudar a minimizar a azáfama natalícia e organizar um jantar de natal memorável:

Decida onde vai passar a quadra. A maior parte dos casais com filhos precisa de repartir o tempo que passa com as famílias. Definir atempadamente onde irá passar que dias e com quem, evita o stress e a confusão de ter que decidir em cima da hora.

Defina um orçamento. Planear quanto se vai gastar e em quê ganha uma importância especial nesta época do ano, em que possíveis despesas se multiplicam. Não pense apenas “por alto” quanto vai gastar em presentes. Comece por definir a quantas pessoas quer oferecer presentes e quanto vai custar cada um. Para além da soma que pensa gastar em ofertas, também é importante definir os gastos com a ceia ou com o almoço de Natal. Pense na ementa, contabilize o número de pessoas à mesa e peça a outros membros da família que contribuam para a refeição com pratos, doces da época ou bebidas.

Faça uma lista de tarefas e marque dias para cada uma. Marque na agenda dias específicos para cada tarefa: quando montar a árvore de Natal, quando decorar a casa, quando comprar os presentes, quando comprar os ingredientes para a ceia e/ou almoço e quando começar a preparação.

Para além de tratar da organização, uma forma de passar a quadra sem stress está em não deixar as preocupações com a poupança de lado. Fique com estes conselhos para não exagerar nos gastos:

- Presentes: não se esqueça que o gesto é mais importante que o valor da prenda. A primeira regra para poupar nos presentes é a de definir a quantas pessoas vai dar ofertas. Depois, pense em alternativas económicas. Ofereça algo feito por si, que tanto pode ser uma compota de fruta que tem a mais no quintal, como umas bolachas ou biscoitos caseiros. Se não sabe por onde começar, aqui tem dez sugestões para se inspirar. E aqui tem mais 100 ideias de presentes em conta.

- Casa e decoração: não precisa de comprar enfeites para a árvore de Natal e artigos caros. Compre cartolinas e papéis coloridos e divirta-se com as crianças a fazer enfeites, cartazes ou postais de Natal. Pode encontrar modelos gratuitos para imprimir e adaptar aqui. Se ainda não o fez, pense em investir numa árvore de Natal artificial, que pode voltar a utilizar nos anos seguintes. Para evitar a monotonia, enfeite-a de forma diferente todos os anos.

- Comida: defina a ementa com antecedência, consoante as “tradições” e preferências familiares. Quer a ceia de Natal seja bacalhau, polvo ou cabrito no forno, os principais hipermercados costumam oferecer promoções destes ingredientes tradicionais algum tempo antes dos dias festivos. Esteja atento e aproveite os descontos. Outra forma de poupar na comida é a de pedir a outras pessoas da família que contribuam para a refeição: peça um doce típico da época a cada um, por exemplo. Não se esqueça de pedir, também, as bebidas.

Para além de todas as dicas e conselhos, o mais importante é não esquecer que o Natal é uma época festiva dedicada sobretudo ao convívio e à família. E que o mais importante para evitar o stress é sempre manter a alegria e a boa disposição.