Poupar

Como escolher em que atividades do seu filho cortar este ano?

2 min

Os seus filhos têm atividades em excesso? Avalie, faça escolhas e envolva as crianças no processo.

O seu filho é ativo e não consegue estar parado? Se estiver ocupado liberta toda a sua energia. Pode estar, por isso, na lista de pais que decidiu inscrever os filhos em mais do que uma atividade extracurricular.

Música, dança, ciência, arte, línguas, escutismo, futebol, karaté, natação, todas estas atividades são uma escolha possível. É experimentando fazer que se descobre um talento nato e o que realmente se quer fazer no futuro. E também é menos uma preocupação para si, como pai ou mãe, pois assim sabe que os seus filhos estão ocupados enquanto trabalha.

Porém, é importante que ao, escolhê-las, tenha por base alguns critérios, como a idade da criança, os seus objetivos enquanto pai, e a sua disponibilidade. Provavelmente não vai ter tempo de levar o filho a todas as atividades e a própria criança não terá tempo para usufruir de todas. Por isso, o ideal é ponderar quais as que deve escolher.

Escolha uma atividade que seja agradável, permita adquirir competências e que esteja de acordo com o perfil e as características do seu filho. Se não o fez e acha que chegou a altura de decidir eliminar algumas, uma decisão que nem sempre é fácil de tomar, deixamos alguns pontos que o ajudarão a decidir:Avalie a carga de trabalho atual

O primeiro passo é o de determinar como o seu filho está a lidar com a carga de atividades atuais. Se está a afetar o desempenho escolar, se está cansado e se fica doente muitas vezes. É que o cansaço extremo pode levá-lo a ficar mais frágil e afetar também o seu humor.Pense sobre como as atividades do seu filho o podem afetar a si.

As atividades extracurriculares obrigam a uma grande gestão familiar. Tem que pensar  em como a carga de atividade afeta a família como um todo. Além disso, é normal que um pai queira estar presente nas atividades. Pense se faz isso por obrigação ou porque realmente gosta.Faça um horário com todas as atividades obrigatórias da família, preencha os espaços restantes com as atividades que já estejam programadas e que sejam consideradas rotina;Programe o tempo destinado aos trabalhos de casa e ao estudo Esta tarefa permite-lhe organizar melhor a vida dos flhos e dos pais. No tempo restante, enquadre as atividades extracurriculares. Se perceber que não consegue encaixar todas, terá que escolher quais as que devem ser eliminadas. Nesta fase, seja honesto consigo e com o seu filho sobre quais as atividades em que pode participar e o motivo para tal decisão: se é por questões financeiras ou apenas por falta de tempo.

O critério de escolha pode ser a mais-valia da atividade e o seu peso no orçamento da família. É importante que dê a opção de uma ou duas atividades de cada vez e que ajude as crianças a descobrir quais são as ocupações mais benéficas.