Trabalho e carreira

Como calcular o subsídio de desemprego

1 min

Conheça as condições que é necessário cumprir para aceder ao subsídio de desemprego e ao subsídio social de desemprego.

Data de publicação 2015 M12 15

Se acabou de ser despedido ou está em vias de ficar desempregado, é importante saber se tem direito ao subsídio de desemprego ou ao subsídio social de desemprego.

Nem todos os trabalhadores têm direito a estas prestações sociais. Para poder receber o subsídio de desemprego tem que reunir uma série de condições, entre elas ter tido um contrato de trabalho e ter ficado desempregado involuntariamente. Para poder receber subsídio de desemprego tem de estar obrigatoriamente inscrito no centro de emprego da sua área de residência. Para além disso, tem de cumprir o prazo de garantia, ou seja, tem de ter descontado para a Segurança Social ou outro regime obrigatório de proteção social durante, pelo menos, 360 dias nos dois anos anteriores à data em que ficou desempregado.

Pode conhecer todas as condições necessárias para aceder a esta prestação no site da Segurança Social ou no Guia Prático de Desemprego.

subsídio social de desemprego é destinado aos trabalhadores que perderam involuntariamente o emprego e não reúnem as condições mínimas para aceder ao subsídio de desemprego ou já tenha recebido a totalidade do subsídio de desemprego a que tinha direito (subsídio social de desemprego subsequente ao subsídio de desemprego). Para poder receber esta prestação precisa de cumprir algumas condições: tem de ter descontado para a Segurança Social ou outro regime obrigatório de proteção social durante, pelo menos,180 dias nos dois anos anteriores à data em que ficou desempregado, e cumprir a condição de recursos. 

Para encontrar o subsídio de desemprego a que tem direito deve calcular 65% do valor bruto do total de remunerações mensais dos últimos 12 meses, anteriores à data do desemprego, tendo em conta os subsídios de férias e de Natal. O montante diário é igual a 65% da remuneração de referência, calculado na base de 30 dias por mês.

O valor do subsídio não pode ser superior a 75% do montante líquido da remuneração de referência que serviu de base ao cálculo do subsídio e também não pode exceder o triplo do valor do Indexante dos Apoios Sociais (419 euros e 22 cêntimos).

Pode simular o cálculo do subsídio no Simulador de Subsídio de Desemprego

Compras Online

Cada vez mais portugueses optam por comprar online. Mas será que está a par de como fazer? Ou que risco pode evitar? Mostramos como fazer compras em segurança e ainda como pode poupar nas compras online.

Saiba como se proteger de uma fraude com cartões bancários

Investimentos

Saiba como se proteger de uma fraude com cartões bancários

4 min
Utilize cartões pré-pagos para gerir o orçamento

Poupar

Utilize cartões pré-pagos para gerir o orçamento

2 min
Dicas para fazer compras online

Poupar

Dicas para fazer compras online

3 min
Compras pela Internet: tem 14 dias para mudar de ideias

Direitos e Deveres

Compras pela Internet: tem 14 dias para mudar de ideias

1 min
Fazer compras online mais seguras

Poupar

Fazer compras online mais seguras

2 min
Aproveite os saldos e compre "online"

Poupar

Aproveite os saldos e compre "online"

2 min