Poupar

Cinco aplicações para minorar os custos de um divórcio

2 min

Aplicações para ajudar em situações de divórcio? Sim, existem. E quem as desenvolveu garante que podem ser muito úteis.

As probabilidades indicam que a maioria das pessoas não parte para o casamento a pensar no que fazer e como agir se tiver que enfrentar uma decisão de divórcio mas, por mais imprevistos que estes acontecimentos possam ser, pode chegar o dia e há que estar preparado. Nos dias que correm, existem aplicações para ajudar a resolver praticamente todo o tipo de problemas. Sim, incluindo o divórcio. Aqui ficam cinco aplicações desenhadas para minorar as contrariedades, identificadas pela revista Forbes.

SupportPay

Como o nome indica, esta aplicação tem por objetivo ajudar os pais não casados a controlar as despesas com a pensão de alimentos, assim como outros gastos. Entre estes, incluem-se custos com saúde ou atividades extracurriculares. A aplicação promete tornar mais fácil a resolução de conflitos entre os membros do casal, entre outros motivos porque permite que as despesas efetuadas fiquem devidamente documentadas, o que pode ser útil em caso de conflito judicial. A aplicação é gratuita.

SquareHub

Trata-se de uma rede social com um propósito específico. É dedicado a casais separados ou divorciados, embora possa ser utilizado por qualquer família. Permite tomar conta da agenda dos diversos membros da família e partilhá-la, o que dará jeito para saber quando marcar as férias ou conhecer o calendário de atividades das crianças. A app tem, ainda, funcionalidades de mensagens e partilha de fotografias. É gratuita.

Wevorce

Os casais que se querem divorciar não são todos iguais. Por isto, quando tomam a decisão de seguir caminhos diferentes, as necessidades de apoio também são diversas. Esta aplicação tem esta realidade em conta. De acordo com a situação patrimonial de cada casal, a aplicação aconselha e proporciona o aconselhamento adequado. Para casais com património de valor mais baixo há consultores que podem ajudar a resolver os potenciais problemas. Nos casos em que os valores em causa são mais elevados, são sugeridos juristas com experiência nestes problemas. Não há custos na utilização da aplicação, mas os serviços proporcionados são pagos, sob a promessa de que os preços serão mais baixos do que se a procura for feita por conta própria.

OurFamilyWizzard

Uma aplicação alternativa a outras que proporcionam o mesmo género de funcionalidades. Neste caso, trata-se de apoiar a partilha das responsabilidades parentais, com o controlo das despesas, o registo médico das crianças, a partilha de um calendário e, ainda, um diário virtual, que possibilita o acesso a informação sobre a vida do dia a dia dos membros da família. Custa 99 dólares por ano [90,4 euros].

2Houses

Originária da Bélgica, esta aplicação tem funcionalidades parecidas com algumas das que foram identificadas nas sugestões anteriores, Basicamente, destina-se a ajudar no acompanhamento das atividades e despesas da família. Pode conhecer-se o balanço entre custos e rendimentos, existe um calendário partilhado, além de haver a hipótese de disponibilizar fotografias para que todos as possam ver e, também, fazer comentários. É gratuita.