Dinheiro

Balcões ambulantes chegam a mais um distrito

1 min

Depois de um ano em atividade nos distritos da Guarda e de Castelo Branco, o terceiro balcão móvel da Caixa Geral de Depósitos, chega a Portalegre já em setembro.

Após o anúncio do fecho de várias dependências bancarias, a Caixa pediu autorização ao Banco de Portugal para ter um serviço de balcões móveis, com carrinhas que se vão a zonas rurais, com populações envelhecidas e com dificuldades para se deslocarem.

Nestas carrinhas da Caixa Geral de Depósitos, que funcionam como um balcão móvel, os clientes podem tratar de assuntos bancários que não envolvam numerário, tais como simular operações de crédito, atualizar dados, pedir a emissão de cartões, esclarecer dúvidas sobre produtos ou fazer pagamentos através do terminal do MB Spot. Esta foi a forma encontrada pelo banco público de continuar a prestar serviços bancários em locais onde não existe qualquer presença bancária física.

No distrito da Guarda, quinzenalmente, a Agência Móvel passa pela Aldeia da Ponte, Aldeia Nova, Aldeia Velha, Cerdeira do Côa, Coruche, Freches, Pena Verde e Soito.

Em Castelo Branco, o balcão móvel circula pela Barroca Grande, Casegas,  Cortes do Meio, Escalos de Baixo, Fratel, Idanha-a-Velha, Ladoeiro, Lardosa, Louriçal do Campo, Malpica do Tejo, Monforte da Beira, Monsanto, Ninho do Açor, Paul, Penha Garcia, Póvoa da Atalaia/Atalaia do Campo, Póvoa de Rio de Moinhos, Salgueiro do Campo, São Vicente da Beira, Sarzedas, Soalheira, Sobral do Campo, Termas de Monfortinho, Tinalhas e Unhais da Serra.

Agora, o terceiro balcão móvel vai servir 18 localidades dos concelhos de Arronches, Elvas, Crato, Castelo de Vide, Marvão, Monforte, Nisa, Ponte de Sor, Portalegre e Sousel. Obtenha mais informação aqui.

O BPI, decidiu seguir o exemplo e, desde agosto, tem também uma carrinha a circular pelo Alentejo, nas localidades de Ermidas do Sado, às terças-feiras, Vila Nova de Santo André, às quartas e sextas-feiras, e Cercal do Alentejo, às quintas-feiras. Neste caso, o balcão sobre rodas permite a realização de operações em numerário. As carrinhas banco ficam estacionadas junto de terminais multibanco, perto das juntas de freguesia ou junto de outros locais centrais das localidades que servem.