Poupar

8 conceitos do cartão de crédito que deve dominar

2 min

O número de cartões bancários em Portugal já ultrapassou a população residente no país, o que mostra o interesse dos portugueses pelo dinheiro eletrónico. Antes de passar cartão, conheça oito conceitos sobre o seu cartão de crédito.

1. Anuidade

Os bancos podem cobrar um custo anual pelo seu cartão de crédito. Algumas instituições financeiras não o fazem, mas outras faturam até 300 euros por ano. Muitas vezes a banca apenas isenta a primeira anuidade. Quando há um segundo titular, normalmente também paga anuidade.

2. Limite de crédito

O limite de crédito, também conhecido por "plafond", é o máximo que o titular do cartão pode gastar em operações de levantamento de número e de pagamentos de bens e serviços. Tradicionalmente é definido pelo banco, em função da capacidade de endividamento do cliente. No entanto, o titular pode solicitar uma alteração ao limite, nem que seja temporária.

3. Modalidade de pagamento

Há duas modalidades de pagamento do saldo em dívida na conta-cartão: na totalidade ou numa parte. Na primeira opção, o cliente paga mensalmente todo o saldo em dívida, não incorrendo em juros. Na segunda, como amortiza apenas uma percentagem da dívida, tem de pagar juros.

4. Crédito gratuito

O período de crédito gratuito, isto é, sem juros estende-se entre o momento do pagamento das compras e o momento de amortização dessa dívida. A duração máxima do período de crédito gratuito depende do contrato do cartão de crédito, mas normalmente varia entre 20 e 50 dias.

5. Data-limite de pagamento

A data-limite de pagamento é o momento a partir do qual os clientes começam a pagar juros se não amortizarem a dívida. Aqueles que aderem à modalidade de pagamento da totalidade da dívida devem optar pelo débito direto na conta à ordem para evitar esquecerem-se de cumprir esta data-limite.

6. Taxa de juro

É a compensação do banco por o cliente não amortizar a totalidade do capital em dívida. O Banco de Portugal limita as taxas cobradas pelas instituições financeiras nos cartões de crédito. No segundo trimestre de 2015, a taxa anual efetiva de encargos global (TAEG) é de 19,8%, no máximo. 

7. Levantamento de numerário

O levantamento de dinheiro no multibanco com cartão de crédito, conhecido por "cash-advance", é uma prática pouco aconselhável, porque as comissões cobradas são muito elevadas. Os valores cobrados podem ultrapassar os 10% do levantamento.

8. Comissões

Além do custo do "cash-advance", os bancos podem cobrar outras comissões pelo uso do cartão de crédito. As mais frequentes são o pagamento em gasolineiras e o uso do cartão em operações fora da zona euro, da Suécia e da Roménia.