Dinheiro

5 livros que vão ensinar os mais novos a poupar

4 min

Apender a poupar desde cedo é muito importante no processo de crescimento dos mais novos e estes livros sobre literacia financeira vão ajudar na tarefa.

Data de publicação 2021 M11 25

A literacia financeira não é um tema exclusivo de adultos, bem pelo contrário. Aliás, os mais novos são hoje chamados, cada vez mais cedo, a tomar decisões no que ao dinheiro diz respeito. Desde os pacotes de serviços de comunicações eletrónicas que usam, os jogos online a que acedem (e que custam dinheiro), passando pelas contas bancárias que já possuem até às plataformas de streaming onde veem filmes e séries, são muitos os motivos que os levam a contactar com questões relacionadas com dinheiro, sistemas de pagamento e cartões bancários.

Ao mesmo tempo, sabe-se também que as novas gerações enfrentam maiores riscos que os seus pais em matéria de dinheiro e até os produtos financeiros estão cada vez mais complexos. Por tudo isto, importa ensiná-los a lidar com estas questões à medida que crescem, não só para os ensinar a poupar, mas também para que aprendam a tomar as melhores decisões.

Segundo a investigação levada a cabo pela organização não-governamental Child and Youth Finance International, os adultos que receberam educação sobre temas financeiros em idades precoces revelam-se mais capazes de gerir os seus recursos do que aqueles que não receberam. E este facto não surpreende, afinal, crianças bem preparadas têm maior probabilidade de se tornar adultos mais responsáveis.

Para ajudar na tarefa de educar financeiramente, sugerimos cinco livros escritos em linguagem acessível.

“Curso de como Gerir o Meu Dinheiro”, Rita Vilela

Destinado a crianças entre os 6 e os 10 anos de idade, este livro ensina os mais novos a gerir o seu dinheiro tendo por base a história de Maria, uma menina que recebe cinco notas como prenda de aniversário e fica sem saber o que fazer com elas. Com a ajuda de uma sábia coruja e dos seus amigos animais, Maria e o primo Afonso acabam por fazer um curso onde ficam a conhecer diversas regras importantes sobre como gerir o seu dinheiro e que os mais novos podem replicar com as suas mesadas ou semanadas.

“Faz Crescer o Teu Mealheiro!”, Elisabete Lourenço 

Concebido a pensar na literacia financeira das crianças entre os 6 e os 12 anos, como forma de compensar o facto de, nas escolas, não ser dada atenção a esta componente, “Faz Crescer o teu Mealheiro!” tem o atrativo extra de poder ser utilizado como um diário ou agenda. Aqui os miúdos poderão fazer o registo de todas entradas e saídas de dinheiro, gastos usuais e outros, permitindo que sejam os próprios a fazer a gestão das quantias que os mais velhos lhes vão dando. São ainda desafiados a planear e a organizar as suas poupanças em função de objetivos estabelecidos.

“Guia Prático da Educação Financeira”, Adelaide Miranda

Para apoiar os adolescentes e jovens na difícil tarefa de controlar as suas poupanças, Adelaide Miranda criou este guia prático onde explica, passo a passo e com a ajuda de pequenos truques e dicas, como é possível transformar um pequeno rendimento num grande pé-de-meia. Sugerindo pequenas mudanças de hábitos ou ajudando a refletir sobre decisões com impacto na vida, a autora ensina a importância da autonomia financeira numa altura em que este é um tema complexo para todos.

“Doutor Finanças e a Bata Mágica”, Adriana Cabrita

Livro infantil (dos 6 aos 10 anos) que ensina os mais novos a lidar com o dinheiro através do método de poupança designado “gastar, guardar, ajudar”. Através deste processo, as crianças são incentivadas a dividir o orçamento de que dispõem em três mealheiros, em proporções distintas e com propósitos diferentes. O livro segue a história dos irmãos Miguel e João que têm de aprender a poupar para cumprirem a sua missão. Ao longo das páginas, há vários exercícios que podem ser resolvidos em família e, no final, há ainda mealheiros para recortar e montar.

“Pai: Ensinas-me a Poupar?”, Paulo Jorge Silveira Ferreira e Sílvia Alambert

Recorrendo a um conjunto de diálogos reais entre pai e filha (o autor do livro e a sua filha do meio) este livro aborda dez temas diferentes sobre educação financeira, cada qual correspondente a uma conversa. O resultado é uma partilha de conhecimentos sobre temas que vão desde a moeda, poupança, orçamentos, banca, seguros ou, até, direitos dos consumidores, entre outros.

Estes são alguns exemplos de livros para que os mais novos comecem a ter noções de literacia financeira e aprendam a gerir as suas finanças. Quem sabe, se não está aqui uma boa sugestão de prenda para oferecer ao seu filho ou sobrinho.