Poupar

5 despesas que pode evitar com animais

1 min

Os animais de estimação podem ser os nossos melhores amigos, mas, antes de levar um para casa, conheça algumas despesas que pode antecipar.

Um animal de estimação dá trabalho – é preciso passear o cão, manter o gato asseado, limpar a gaiola dos periquitos –, mas também representa uma despesa acrescida para a família. Estas são os principais gastos para as famílias que ponderam estender o número de membros ao Reino Animal.

  1. Não compre, adopte. Modas há muitas. Ter um cão ou um gato com certas características pode vir a sair-lhe bem mais caro do que no orçamento original. Além disso, há uma grande variedade de canis e associações prontos para dar uma segunda oportunidade àqueles animais.
  2. Se é caro, é para roer. Convença-se que móveis, sofás e sapatos não vão demorar muito tempo intactos. Assim que o seu animal de estimação entrar em casa, seja cão, gato, porquinho-da-índia ou até uma iguana, o seu espaço familiar é deles. Por isso, prepare-se para estes danos. Organize a casa para que o que lhe é importante fique salvaguardado – à porta fechada.
  3. Despesas com saúde. Um animal de estimação bebé traz sempre mais despesas do que um animal adulto. Isto porque, nos primeiros seis meses de vida, as visitas ao veterinário são uma constante. Entre tomar vacinas, fazer uma desparasitação e colocar um chip, há toda uma parafernália de cuidados que são essenciais para proteger o animal e a sua família. Dica: informe-se na sua câmara municipal sobre possíveis campanhas grátis de vacinação.
  4. Seguro para o animal? Pondere fazer um seguro para o seu animal de estimação. Isto vai ajudá-lo a antecipar encargos e dissabores com o animal. O seguro pode cobrir desde o reembolso de despesas com medicamentos e consultas de veterinário, a indemnizações por danos materiais e corporais causados pelo e ao animal. Pesquise e compare as várias ofertas no mercado antes de tomar uma decisão.
  5. Renda de casa aumenta. Se não tem casa própria, procurar uma habitação com um animal de estimação pode ser uma tarefa complicada. Muitos senhorios cobram valores adicionais por viver com um animal na casa. Se for esse o caso, analise bem as opções. E, esclareça, logo desde o início, todos os detalhes do contrato referentes a possíveis danos ou perdas na casa causados pelo animal.