Dinheiro

3 coisas que mudam nos pagamentos

1 min

PSD2 entra em vigor a 14 de setembro

A nova diretiva europeia de pagamentos (PSD2) entra em vigor a 14 de setembro. A famosa diretiva, há tanto falada, passa assim a ser uma realidade em Portugal e traz novas regras e mais segurança à forma como acedemos às contas e fazemos pagamentos.

  1. Cadernetas Bancárias

Se ainda tem uma caderneta bancária da Caixa Geral de Depósitos, do Banco Montepio ou da Caixa de Crédito Agrícola, saiba que vai deixar de poder levantar dinheiro ou fazer pagamentos. A PSD2 obriga a uma autenticação forte, que as bandas magnéticas das cadernetas não garantem. Basta um cartão de débito para continuar a fazer todas as operações que fazia com a caderneta. Para isso deve informar-se junto do seu banco.

  1. Cartões-matriz

Os cartões-matriz, que os bancos usam para garantir a segurança nas operações efetuadas através do homebanking, ou seja, do site do seu banco, têm os dias contados. Com a nova diretiva europeia vai ser necessário comprovar a identidade com duas de três informações: uma informação que sabemos (como um código PIN); algo que tenhamos (como um cartão do banco); e algo que identifica quem somos (como uma impressão digital ou reconhecimento facial). Portanto, não estranhe se o seu banco alterar alguma coisa e adicionar medidas de segurança, da próxima vez que aceder ou tentar fazer um pagamento através dohomebanking.

  1. Bandas Magnéticas

Os pagamentos com cartões com bandas magnéticas também acabam, com exceções como é o caso dos cartões de refeição e os pré-pagos.

As mudanças pretendem trazer mais segurança e proteger os nossos dados e o nosso dinheiro. Fique atento.