Poupar

16 formas de poupar na preparação do casamento

5 min

A festa de casamento pode transformar-se numa despesa elevada. A boa notícia é a de que existem formas de poupar e manter os custos controlados. Saiba quais são.

Nos Estados Unidos da América, o custo médio de um casamento ronda 20 mil dólares, cerca de 18 mil euros. Se está a pensar oficializar a sua relação, mas não tem tanto para gastar, conheça 16 formas para economizar na preparação do casamento.

1. Evite casar a um sábado. O dia mais escolhido pelos casais para celebrar a união é o sábado. A elevada procura por este dia da semana faz com que encontrar um local disponível para o “copo de água” seja mais difícil e também mais caro. Pense num dia alternativo, como o domingo ou um feriado ou, porque não, um dia de semana em horário pós-laboral?

2. Defina prioridades. O que é que espera da sua festa de casamento? Prefere um local com uma vista deslumbrante ou um banquete de vários pratos? Escolha o local com base na sua preferência. Se a comida é o mais importante para si, então pense num local mais modesto e foque-se na qualidade da comida. 

3. Pense em locais alternativos. Os restaurantes e os espaços mais escolhidos para celebrar casamentos não só são muito concorridos como são geralmente mais caros. Escolher um lugar diferente, como uma galeria de arte, ou um local público, não só é mais original, como pode sair mais barato.

4. Escolha uma cidade mais pequena em vez de uma grande cidade. Se vive numa grande cidade, como Lisboa ou Porto, procure um local diferente. Nas cidades de maior dimensão, para encontrar um espaço disponível para a sua festa de casamento vai precisar de reservar com mais antecedência e também vai pagar mais por pessoa. Avalie fazer a celebração noutra cidade: a distância pode ser maior, mas o preço da festa pode baixar bastante.

5. Tente fazer tudo no mesmo sítio. Se vai fazer um casamento civil, marque a cerimónia para o mesmo local da receção. Evita reservar dois locais diferentes (e fazer dois pagamentos). Se vai realizar um casamento religioso, escolha uma igreja que tenha um salão ou local anexo que possa alugar para a festa. 

6. Escolha o horário menos concorrido. O horário do casamento, seja civil ou religioso, depende muito de um fenómeno de moda. No passado, muitos casamentos decorriam ao final da manhã e a receção coincidia com a hora do almoço. Atualmente, é mais comum que o casamento seja celebrado ao final do dia e o “copo de água” seja à hora de jantar. Pergunte se o preço por pessoa varia consoante seja servido almoço ou jantar, ou apenas um lanche e escolha a hora mais económica. 

7. Aprenda a negociar. Desenvolva as suas capacidades de negociação: não olhe para o preço como algo definitivo. Pergunte o que está incluído no valor e proponha eventuais alterações à ementa com o objetivo de fazer baixar o preço por pessoa. Outra alternativa é a de negociar ementas gratuitas para crianças, por exemplo.

8. Pague a pronto e peça um desconto. Em vez de estabelecer um plano de pagamento a prestações, peça um orçamento global e tente negociar um desconto. Em contrapartida ofereça-se para pagar a totalidade da despesa a pronto.

9. Prefira a “época baixa”. A época do ano mais escolhida para celebrar o casamento é entre o fim da primavera e o fim do verão. Segundo a lei da oferta e da procura, se optar por uma altura do ano menos concorrida, os preços praticados serão mais atrativos para captar mais clientes. 

10. Limite o “copo de água” a um grupo restrito e dê uma festa para o grupo alargado. Se tem uma lista extensa de potenciais convidados (100 ou mais, por exemplo) pense em dividir a celebração. Limite o copo de água – durante o qual será servida a refeição principal - aos convidados mais próximos (defina um limite de 25 ou 30 pessoas, por exemplo). Umas horas depois, alargue a festa – onde apenas será servida comida em regime volante, por exemplo – aos restantes convidados. 

11. Escolha um pacote com “tudo incluído”. Muitos locais já oferecem “pacotes de casamento”, com ementas completas predefinidas com várias opções de preço. Optar por uma destas ementas, que muitas vezes já têm as bebidas incluídas, pode significar um preço mais em conta por pessoa. 

12. Faça a festa num espaço seu (ou da sua família). Uma opção mais em conta pode ser optar por fazer a celebração num local pelo qual não tenha que pagar aluguer e contratar apenas o serviço de catering. Pense em formas originais e alternativas de sentar os convidados – pode também alugar as mesas e cadeiras e a decoração - tem várias opções como os sites Mesaposta, Alug'Aqui e Inspirarte  .

13. Limite o tempo da festa. As quintas e outros espaços onde se realizam festas de casamento cobram não só as ementas, mas também o serviço prestado. Quanto mais longa for a festa, maior será o preço a pagar. Avalie o número de convidados e estabeleça uma duração para a festa tendo em atenção aos preços cobrados pelo tempo extra.

14. Faça o número certo de reservas. Distribua os convites atempadamente e peça confirmações. Se for necessário, insista com os convidados para obter uma resposta o mais cedo possível. Quanto mais exato for o número de convidados, mais condições terá para negociar o preço final.

15. Procure um local recém-aberto. Não limite a escolha a locais muito conhecidos ou abertos há muito tempo. Se optar por um local menos conhecido ou mais recente pode ter uma margem de manobra maior para negociar preços mais baixos.

16. Leve as bebidas. As bebidas representam um dos maiores custos em todas as festas, incluindo numa festa de casamento. Uma boa forma de tentar baixar o preço por pessoa está em pedir para levar os vinhos que vão ser servidos à refeição, levar as bebidas brancas ou estabelecer um limite para o consumo no bar.

Especial Animais

Dizem que os animais são os nossos melhores amigos, por isso criámos um especial para eles!

Cão à janela do carro vale multa pesada

Poupar

Cão à janela do carro vale multa pesada

1 min
10 receitas de comida para o seu cão feitas em casa

Poupar

10 receitas de comida para o seu cão feitas em casa

2 min
Tem um gato? Prepare-lhe refeições caseiras

Poupar

Tem um gato? Prepare-lhe refeições caseiras

2 min
Pode invadir uma casa para salvar um animal maltratado?

Direitos e Deveres

Pode invadir uma casa para salvar um animal maltratado?

3 min
Cão na creche, cão feliz.

Direitos e Deveres

Cão na creche, cão feliz.

5 min
5 despesas que pode evitar com animais

Poupar

5 despesas que pode evitar com animais

1 min
Como poupar nas despesas de veterinário

Poupar

Como poupar nas despesas de veterinário

4 min